» mais
Alberto Romeu Pereira
7ee78066f179a8b396ec224adda10a79
Terça, 25 de março de 2014, 16h54

Quem ganha, e quanto?

" A festança rolava em Várzea Grande, a prefeitura agiu e de bloquinho na mão viu que para os promotores e artistas era só lucro"

Em um artigo de ontem, sob o título "Não rasgue dinheiro Silval" comentei sobre o fato de que o Governo de Mato Grosso colocou dinheiro público na pavimentação de uma grande área que pertencia a Igreja Católica, ao lado do Sesi Park, que transformou o local preferido para eventos de grandes nomes, como o DJ David Guetta e o estrondoso Villa Mix Cuiabá que teve show de mulher pelada, brigas e transtorno para milhares de pessoas que moram naquela área residencial - residencial, diga-se de passagem!. Eu me referia a questão de usar a área para o Fan Fest exigido pela Fifa para a Copa do Mundo, o que evitaria um gasto de R$ 1,3 milhão com uma nova construção no bairro do Porto.

Citei, por exemplo, que iria pedir ao prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, informações sobre o quanto o Sesi Papa recolheu para os cofres da municipalidade, entre taxas, emolumentos, impostos, etc., de 1 de janeiro de 2013 até ontem 25 de março de 2014.

Também inclui que sejam informados os valores que tenham sido recolhidos pelos promotores de eventos. Há de se considerar que o volume de dinheiro levantado nos eventos é grande. O último, Villa Mix Cuiabá, cobrava entre R$ 50 a R$ 400 reais. E lotou geral. O email foi enviado ao procurador geral do município, Rogério Gallo. E, em tempo, vou reformular e incluir quanto é o IPTU do local.

O meu objetivo é saber o que leva o município e a população de Cuiabá (aquela que precisa da saúde pública, da segurança, da infraestrutura, da educação) com esses mega eventos. Quanto fica para o povão de Cuiabá de lucro com esses eventos? E não é so no Sesi Papa da peladona. A cidade está "fervendo" de coisas do gênero onde tem entrada gratis e cerveja livre pra mulherada (já sugeria à promotora Lindinalva Rodrigues sobre o fato, já que ela enquadrou o Shopping no caso do pitti da TPM).

Antes, a festança rolava em Várzea Grande, no pátio da faculdade Univag, mas a prefeitura de lá agiu rápido e de bloquinho na mão contabilizou que para os promotores e artistas era só lucro, mas para a VG nada, além de problemas de toda ordem. Resultado, não se paga mais taxinhas de 300 reais em mega-shows. O que também pode ter acabado com eventuais vistas-grossas de fiscais (se é que havia...)

O Sesi Papa foi construído inicialmente com o dinheiro público (desde a visita do Papa João Paulo II, em 17 de Outubro de 1991, há 23 anos) e está localizado numa região de área residencial do Morada do Ouro I e II. Todos que moram na região reclamaram do som excessivo e da baderna. Sempre reclamam, mas ninguém ouve.

Paralelo a questão de recolhimentos da prefeitura, também vou solicitar da Polícia Civil as mesmas informações.

Vai que?... não estejam cobrando...

Alberto Romeu Pereira é jornalista em Mato Grosso. E-mail romeu@plantaonews.com.br
MAIS COLUNAS DE: Alberto Romeu Pereira

» ver todas

Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114