» mais
Alberto Romeu Pereira
7ee78066f179a8b396ec224adda10a79
Sexta, 14 de janeiro de 2011, 15h03

Soberba e colunas de concreto

A coordenação da XVII Corrida de Reis de Cuiabá não se manifestou a respeito de um acidente que ocorreu na Av. do CPA no domingo a noite quando o cidadão Alinor Celestino dos Santos bateu com sua camionete S10 em uma coluna de blocos de concreto, tendo sorte em não morrer, dado o estado em que ficou o veículo. A TV Centro América, promotora do importante evento, também não se pronunciou, apesar da notícia do acidente ter sido veiculada pelos importantes jornais eletrônicos de Cuiabá e Mato Grosso, dentre outros em nível nacional.

O fato é que no local do acidente uma faixa ainda às 23h00 informava que desde às 15h00 a pista da av. do CPA, no sentido bairro/centro deveria estar liberada. Porém, pelo fato de que um palco ainda ocupava uma das pistas da via, foram mantidos os blocos atravessados na avenida no início da Praça das Bandeiras. O local era escuro e não havia nenhuma sinalização naquele momento (!). A única placa que apareceu depois do acidente e colocada no asfalto já havia sido 'atropelada' por alguém em um acidente anterior. Em entrevista, o coordenador de Operação e Fiscalização de Trânsito da SMTU, Rogério Taques, afirmou na ocasião que a coordenação da Corrida de Reis deveria ter liberado a pista até às 15h00 deixando entender de quem seria a responsabilidade por tudo o que aconteceu.

Intrigante nessa situação é que a produção de jornalismo da TV Centro América há dois dias seguidos produz matéria com a SMTU criticando a falta de estrutura do órgão por conta de carros estacionados em calçadas da avenida Carmindo de Campos, Inclusive com link ao vivo com o próprio Rogério. Ao fechar a matéria, é ironizada a estrutura da SMTU que "não tem guincho, não tem fiscais... fica difícil, etc."  A emissora ainda retorna ao local no dia seguinte onde foi produzida a matéria e provoca uma certa incompetência da SMTU e volta a imagem de Rogério Taques. A SMTU, por sinal, esteve na região da Carmindo de Campos duas vezes seguidas no dia anterior com seus fiscais, por mais 'deficientes' que sejam.

Para qualquer mortal, o que a TV Centro América pode estar fazendo é certamente intimidando o servidor da SMTU, mostrando que tem força ou poder, uma vez que foca a deficiência do órgão, o que pretenderia justificar que o acidente na área de premiação da Corrida de Reis tenha sido por falta de estrutura da SMTU. A emissora, pelo visto, está tentando construir sua defesa, mesmo que tenha sido de sua total responsabilidade o acidente causado ao cidadão. Há de se reiterar que perante a SMTU a Corrida de Reis - ou TV Centro América - havia formalizado que às 15h00 desobstruiria a via.

Indigesto e desumano ainda neste episódio, é que o cidadão que quase morreu por conta da irresponsabilidade de alguém da coordenação da Corrida de Reis, ou até mesmo, das empresas terceirizadas (palco e guincho), sequer teve qualquer contato por parte dos responsáveis. Não se preocuparam em prestar qualquer ajuda, nem que fosse um telefonema de consternação. Também não compareceram à noite no local do acidente, nem mesmo na madrugada e nem durante o dia. Buscaram suspeitar da velocidade do veículo, que sequer freiou antes de bater na coluna de concreto. Em informações in off, sabe-se que estejam esperando um embate judicial. Por mais irracional e desumano que seja. Chega a beirar a soberba.

Há de se lamentar que tal postura esteja ocorrendo por conta de uma das mais importantes empresas de Mato Grosso (não apenas de comunicação, mas todo seu conglomerado e suas ações de cunho social) e por um evento que marca o calendário estadual e motiva a milhares de pessoas a prática saudável do esporte - independente da competição em sí.  Infelizmente isso não contribui em nada com o brilho e a importância que foi para Cuiabá e para  Mato Grosso a realização da prova. E que venha a XVIII com a sua grandeza e importância que tem. Mas sem as colunas de concreto!

Alberto Romeu Pereira é jornalista em Mato Grosso. E-mail romeu@plantaonews.com.br
MAIS COLUNAS DE: Alberto Romeu Pereira

» ver todas

Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114