» mais
Marcos Bidoia
2ab93cf294a758caee558a736f1c11aa
Quinta, 06 de agosto de 2015, 00h54

Suga-me

Queria morrer um pouco.
Se fosse pra te dar a vida.

Quando me suga os seios
Me esvazio de amor
Vai com meu leite.

Seu sustento me desaba um pouco
Não ligo. Está ligado em mim.

Que bom deformar um pouco meu corpo
Pra ter o seu corpinho em perfeita forma

Suga-me
Me esvaia

Tome meu ser. Você é ele agora.
Meu serzinho!

Deite de meu lado que de lado me deito
Para que escolha onde quer sugar
Escolha o bico meu. Faça biquinho!
Vai crescer e ficar maior que eu
Que sempre serei pequenina
Perante a você.

Venha. Satisfaça-se. Alimente-se.
Enquanto sorve minhas energias
Fortaleço-me de amor.
Gigante viro.
Toma. Sou tua.
Para que sejas sempre meu.
Filho.

05/08/15 7' oD 

Marcos Bidoia é vendedor de parafusos e ferramentas em Primavera do Leste - Mato Grosso.... E filho de José Bidóia, o poeta das estradas.
MAIS COLUNAS DE: Marcos Bidoia

» ver todas

Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114