» mais
Marcos Bidoia
2ab93cf294a758caee558a736f1c11aa
Sábado, 27 de fevereiro de 2016, 18h01

Você se acha o cara?

Outra história verídica. ..


Estava lembrando agora de uma história acontecida em um bar/restaurante aqui em Primavera mesmo.
Sentei com amigos em uma mesa e o garçom, novinho, veio solícito.
Amável.
Mas pra mim não estava bom...
Chato, reclamei da cerveja que não estava gelada.
Na outra vinda reclamei da demora no atendimento.
Na outra reclamei que a porção demorou também a vir.
Ele só assentia e não discutia. Mas a meu ver nada melhorava.
Aí lembrei: Eu tenho dinheiro !!!!!
Palavra chave que abre portas não é?
Disse aos parceiros de mesa: querem ver melhorar o atendimento aqui????
E chamei o tal garçom.
Tirei uma nota de 50 reais do bolso e dei na mão dele.
E disse:
- olha, isso é pra você. Mas quero que nos trate melhor. Cerveja mais gelada e mais rapidez ao servir, ok?
Sim... eu fiz isso!!! Já tinha feito em outras ocasiões na verdade e até havia funcionado.
Meus amigos acho que tinham mais noção e caráter que eu pois percebi a desaprovação em seus olhares.
Bem... Já tinha funcionado antes.
Mas... desta vez foi diferente. Olhem a reação do garoto;
Devolvendo-me a nota de 50, colocando-a sobre a mesa disse:
- senhor. Não quero seu dinheiro pra isso. Minha família é que atende aqui. Minha mãe está na cozinha e minha irmã está no caixa. Meu irmão está de garçom também.
-- desde o início o sr reclama de tudo. E estamos fazendo tudo que podemos para atender melhor sua mesa. Eu e minha família estamos correndo como nunca. Nem sabemos mais o que fazer para agradá-lo.
--então, lamento. Não são 50 reais ou mais que vai melhorar o atendimento. Não conseguiríamos, gastará seu dinheiro por nada. O atendimento será o mesmo, com todo esforço.
-- mais alguma coisa? Guarde seu dinheiro por favor.

Olhem amigos. Isso é e foi real.

Uma das maiores lições que tive na vida.

Ainda hoje frequento o lugar. E sério: que orgulho de olhar pra aquele garoto e lembrar do que ele fez.

Me retificou o que meu pais ensinaram e que tento passar para os meus filhos: Humildade

(Pena que sempre esquecemos, mesmo com ensinamentos e lições)

Marcos Bidoia é vendedor de parafusos e ferramentas em Primavera do Leste - Mato Grosso.... E filho de José Bidóia, o poeta das estradas.
MAIS COLUNAS DE: Marcos Bidoia

» ver todas

Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114