» mais
Eduardo Botelho
Df3f3534ca767763a66245058b2b3757
Quarta, 15 de maio de 2019, 16h09

Parabéns Várzea Grande: irmã umbilical

Escrevo aqui, hoje, para homenagear nossa querida Várzea Grande, que chega aos seus 152 anos de fundação. Minha identificação com Várzea Grande é muito forte. Sou filho de Nossa Senhora do Livramento, município coirmão e que faz parte do Vale do Rio Cuiabá, compondo a área metropolitana da capital.

Várzea Grande é cidade irmã gêmea de Cuiabá, a nossa capital, unida umbilicalmente pelo rio de maior importância de nosso estado. Cidade de um povo especial, trabalhador e hospitaleiro. Uma cidade que traz encantos do passado, presente e com um futuro promissor.

Desde o dia 15 de maio de 1867, quando foi fundado o Acampamento Magalhães, que era na verdade um campo de concentração construído pelo Brigadeiro José Vieira Couto de Magalhães, então presidente da província, fato que fez esta região, se tornou ponto estratégico para o desenvolvimento do estado, principalmente para aqueles que se aventuravam para o norte e oeste de Mato Grosso.

Várzea Grande tem história. Terra de Couto Magalhães seu fundador, de Ubaldo Monteiro, autor do hino do município, de Moacir D'Lannes, criador da primeira policlínica de saúde para o atendimento da população várzea-grandense, e de Major Gonçalo Romão de Figueiredo, primeiro administrador do município.

Também fazem parte da história deste município Júlio Domingos de Campos, o "Seo Fiote", que além de prefeito de Várzea Grande por dois mandatos, é o pai de Júlio José de Campos e de Jayme Verissimo de Campos. Ambos chegaram a ser prefeito da cidade, governador do estado e senador da República.

Mas também tenho que falar de Gonçalo Botelho de Campos, Licínio Monteiro da Silva, Gabriel de Mattos Müller, Sarita Baracat de Arruda, Ary Leite de Campos e Branco de Barros, e da atual prefeita, Lucimar Sacre de Campos. Todos figuras importantes não só para o município de Várzea Grande, mas nosso estado e para o Brasil.

Várzea Grande do aeroporto, do Trevo do Lagarto, das avenidas da FEB, Couto Magalhães, Alzira Santana e Filinto Muller, do grande Cristo Rei, das pontes de integração com a capital que fazem com que as pessoas transitem entre chegadas e saídas e fazendo da cidade um ponto de encontro não só dos mato-grossenses como também porta de passagem e de integração de gente de todos os cantos do Brasil e do mundo.

Parabéns Várzea Grande! Que Deus derrame sobre nossa gente várzea-grandense muitas bênçãos e que permita que venham mais décadas e décadas com prosperidade, progresso e virtuosidade!

 

Eduardo Botelho é deputado estadual, presidente licenciado da Assembleia Legislativa de Mato Grosso

Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114