Cuiabá | MT 16/10/2021
Thiago Itacaramby
Fc1bec553ba41e67c5abe2a991350ff8
Quinta, 30 de setembro de 2021, 10h09

Consumo consciente: um futuro mais sustentável

Impulsionado por fatores como a crise econômica e a preocupação crescente com o meio ambiente, o mercado de produtos usados disparou em 2021. Segundo um estudo do Sebrae, a abertura de lojas de produtos de segunda mão avançou 48,5%, entre os primeiros semestres de 2020 e 2021. Entre janeiro e junho deste ano, surgiram 2.104 novas empresas nesse segmento, das quais 1.875 são microempreendedores individuais (MEI). O estudo analisou o comércio varejista de bens como livros, móveis, utensílios domésticos, roupas, calçados, entre outros produtos usados.

A percepção é bastante notável na minha lojinha, na plataforma enjoei, criada em 2018. No canal de vendas sinto os efeitos do volume de vendas sobretudo dos últimos três meses. São peças que não me servem mais ou estão engavetadas no armário, que tende a ficar minimalista com o passar dos anos, mas isso é papo para uma outra conversa. Enfim, são peças que farão sentido para outras pessoas. Vale destacar que as roupas e calçados são os maiores geradores de lixo depois de resíduos domésticos. É libertador essa troca, que, a cada dia tem atraído o maior número de pessoas.

Deixamos de lado o espectro consumista, que há dentro de nós, e precisamos dar um update (atualizada) em nosso mindset em relação à nossa relação de consumo. Essa modalidade é do tempo das cavernas pós 2ª Guerra Mundial. Já não faz mais sentido adquirir algo por modismo, tendências, enfim, o que quer que seja. A mudança de chave pró-consumo consciente exige de nós responsabilidades atreladas à Economia Circular.

Trata-se de novas atitudes associadas ao desenvolvimento econômico. São mudanças de comportamento capazes de garantir o melhor uso de recursos naturais, priorizando insumos mais duráveis, recicláveis e renováveis. O que quero dizer com esse texto sobre o consumo consciente é que não se trata de voto de pobreza. Derivado do consumo sustentável, o consumo consciente é aquele em que cada escolha é feita pensando no impacto que terá no meio ambiente, na sociedade e até nas nossas finanças. O conceito não é nada complicado, enfim, ele pode fazer parte do seu dia a dia e você nem perceber.

É cada vez maior o número de pessoas interessadas em mudar a sua maneira de consumir, como indica pesquisa do Instituto Akatu, de 2018. Segundo o estudo, muitos consumidores que eram indiferentes demonstraram interesse em ter mais consciência ao consumir. Então, achas que não chegou a hora de fazer a diferença? Vamos juntos aderir ao consumo consciente e contribuir para a sustentabilidade não só do planeta, como também das nossas finanças. Fique atento aos gatilhos, dê adeus à tentação das compras por impulso e dê a sua contribuição para um futuro mais sustentável.

Thiago Itacaramby - jornalista e gestor ambiental em Cuiabá
MAIS COLUNAS DE: Thiago Itacaramby

» ver todas

Busca



Enquete

Quem é o mais culpado pela não conclusão do VLT em Cuiabá?

Mauro Mendes quando prefeito de Cuiabá 2013/2017?
Emanuel Pinheiro quando deputado estadual 2010/2014?
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114