» mais
Comentar           Imprimir
Cidade
Sexta, 12 de maio de 2017, 14h42

Marcrean entrega proposta de redução da taxa de esgoto ao Prefeito hoje


O vereador Marcrean Santos (PRTB) anunciou que vai se reunir hoje (12) às 18:00 com o Prefeito Emanuel Pinheiro (PDMB), na Prefeitura para entregar um ofício solicitando a realização de um Estudo de Impacto Financeiro a fim constatar a possibilidade de implantação da modalidade de cobrança escalonada da taxa de esgoto na cidade.

Na ficou definido que a forma de cobrança implantada pela CAB Cuiabá penaliza os usuários do sistema, pois trata de forma igual a todos clientes, sejam grandes ou pequenos produtores de dejetos. Assim uma casa simples com marido, esposa e filho – joga pouca quantidade de rejeito na rede de esgoto, portanto, que pode ser considerado pequeno usuário – paga o mesmo que uma família de grande porte ou mesmo uma casa comercial – um restaurante, por exemplo.

Marcrean destaca que a implantação da cobrança escalonada visa corrigir essa distorção, fazendo justiça às pessoas que estão sendo penalizadas.

A proposta da Comissão é que seja estabelecida uma tabela reconhecendo as diferenças entre os usuários, assim, quem produz até 10 metros cúbicos, ficaria isento até 20 metros, paga 40% até 30 metros 50%, até 35 metros, 70% e os classificados acima de 40, 100%.

Essa metodologia de cobrança, na visão de Marcrean é uma maneira de levar em consideração os consumidores, principalmente os de baixa renda. Conforme ressalta no ofício, “na instituição das tarifas públicas deve-se levar em consideração não só a necessidade da empresa concessionária dos serviços.”

O documento foi produzido a partir da discussão do tema em Audiência Pública realizada em 05 de abril. Na Audiência foi definida a criação da Comissão Especial para Acompanhar e Fiscalizar a Redução Escalonada da Tarifa de Esgoto no Município de Cuiabá, que oficialmente instaurada no dia 11, conforme publicado no DOC TCE nº 1098, do dia 24 de abril. A Comissão foi constituída tendo como presidente Marcrean Santos (PRTB) – propositor da Audiência Pública -, Abílio Júnior “Abilinho” (PSC), relator e Wilson Kero kero, membro.

A CAB Cuiabá assumiu os serviços de distribuição de água e de esgotamento sanitário, através de concessão pública, com o objetivo de universalizar os serviços de água em cinco anos e de esgoto em sete. A empresa está operando há cinco na cidade, mas não conseguiu atingir a meta proposta no contrato.

Marcrean informou que “hoje o tratamento de esgoto abrange apenas 27% do que é produzido, e os 73% restantes são lançados in natura no rio Cuiabá”.

A Comissão está imbuída em trabalhar para que esse quadro “desastroso” seja revertido, livrando a população e, principalmente, o rio e o Pantanal de serem confundidos com depósito dos rejeitos da população, comprometendo dois dos mais significativos patrimônios de Cuiabá e do Estado.
 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A retomada das obras do VLT pode ser:

Palanque político para 2018
Mais uma balela sem fim
Confio na solução do problema
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114