» mais
Comentar           Imprimir
Cidade
Sexta, 03 de novembro de 2017, 20h35

Prefeito garante à população que todas as características históricas da Ipiranga serão preservadas


Foto: Tchélo Figueiredo
.

O prefeito Emanuel Pinheiro esclareceu na manhã desta sexta-feira (3) que a reforma da Praça Ipiranga está seguindo todas as orientações e normas dos órgãos competentes, garantindo assim, que os traços históricos do bem tombado irão ser preservados.

“Asseguro aos cuiabanos que a reforma do espaço é uma obra com intuito de conservação, que está sendo realizada com todo aparato de uma equipe especializada em revitalização de bens históricos. O nosso objetivo não é de maneira alguma, executar uma obra que tire os símbolos históricos de Cuiabá,” elucidou Pinheiro.

Emanuel também pontua sobre a polêmica sobre o chafariz, uma das marcas históricas da Praça. ”Determinei a restauração completa da peça, que será reinstalada no local, sem danos a suas características arquitetônicas. Estamos trabalhando na urbanização da cidade e melhoria para uma Cuiabá 300, mas jamais destruiremos suas memórias, “reiterou o prefeito.

Toda a estrutura de base do chafariz foi demolida para que a equipe de execução da obra pudesse ter acesso aos poços, que fornecem água para a formação dos espelhos d’água. “O processo de retirada da estrutura é preciso, pois as bombas que conduziam água para a fonte foram furtadas e para a equipe ter clareza dos reparos, tivemos que executar a demolição da estrutura. É este processo que fará o chafariz funcionar novamente,” explicou o secretário de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa.

A restauração da Ipiranga também contará com a recuperação do coreto, concreto e fiação elétrica, colocação de piso, instalação de rampas de acesso e piso tátil, cumprindo a lei de acessibilidade. Na parte de paisagismo, Palmeiras, Flamboyants, Oitis e Ipês serão plantados, contribuindo para a projeção da sombra no entorno. Em questão das vias das Avenidas, no lado de acesso à Isaac Povóas será alargado. Já os pontos de ônibus localizados em frente ao espaço, não sofrerão mudanças.

Iniciada no dia 22 de outubro a reforma faz parte da proposta de revitalização dos espaços públicos e recuperação dos patrimônios históricos da Capital. O valor da obra, que está sendo executada entre as Secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e Serviços Urbanos, está estimado em R$ 311 mil. Os recursos são oriundos do Fundo Municipal de Meio Ambiente. A previsão de entrega é de 120 dias.

 

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114