» mais
Comentar           Imprimir
Cidade
Sexta, 10 de novembro de 2017, 15h36

Alunos do Liceu Cuiabano entregam doações de cabelo para o MTmamma


Foto: Junior Silgueiro
.

Alunos da Escola Estadual Liceu Cuiabano Maria de Arruda Muller, no Bairro Quilombo, em Cuiabá, entregaram mais de 100 doações de cabelos, que foram arrecadados por meio do projeto Fios de Alegria, para a Associação MTmamma, que desde 2009 realiza trabalhos voltados para a conscientização, assistência e acolhimento de mulheres diagnosticadas com câncer de mama.

A aluna do 3º Ano do Ensino Médio, Maria Clara Sampaio, de 18 anos, foi a idealizadora do projeto, que começou no final de agosto. O Dia D foi realizado em 25 de setembro, quando o grupo recebeu pessoas dispostas a doarem cabelos.

A intenção era promover a reflexão sobre a beleza de ser quem é, além de resgatar a autoestima de mulheres que estão em tratamento contra o câncer. Os cortes foram realizados no pátio da escola.

“Hoje estamos concluindo esse projeto, com a doação dos cabelos para o MTmamma, que vai confeccionar as perucas para as mulheres assistidas na instituição. Mas, essa conclusão não significa o fim, vamos continuar envolvidos com a causa na nossa vida pessoal e nas nossas famílias”, destacou Maria Clara.

A jovem, que já perdeu o pai para a doença, contou que o momento foi especial e que tocou muitos colegas. “Nós nos envolvemos com o projeto, com as histórias, nos emocionamos. É um momento muito especial. O MTmamma nos recebeu de braços abertos e esse vínculo durará para sempre”.

Emoção

Aos mais de 300 alunos, Patrícia Borges, representante do MTmamma, contou sua história de vida. Aos 38 anos – em 2014, foi diagnosticada com câncer de mama. Para ela, a associação foi fundamental durante sua jornada.

Ao receber as doações, Patrícia ficou emocionada com a ação. “São jovens e estão pensando no próximo, o projeto é de muita sensibilidade e reforça a importância de ajudar ao próximo. Quero parabenizar esses estudantes pela iniciativa, estou me sentindo muito acolhida e feliz”.

No ano passado, ela foi diagnosticada com um 2º câncer, dessa vez nos ossos. “Agora não tem cura e o tratamento não é fácil. Peço a vocês, que são jovens, que valorizem a vida, que tenham a consciência. Falem com suas famílias, vamos nos conscientizar e cuidar do nosso corpo”, alertou.

Ela ressalta que o exame de mamografia é realizado nas mulheres a partir dos 40 anos, mas que hoje é comum encontrar mulheres com 20 ou até menos, já diagnosticadas com a doença. “Por isso é importante visitar um médico com rotina, cuidar e conhecer o corpo também. O autoexame é importante, se diagnosticado rápido, tem 95% de cura”.

Patrícia conta que a associação possui um estoque de perucas para suas assistidas e que as doações recebidas serão levadas para uma oficina, onde novas peças serão produzidas.

“Temos bancos de perucas em Cuiabá e Cáceres, somos mais de 200 assistidas que fazem o uso. Trocamos as peças depois de alguns meses, então para nós, a doação é muito especial”.

O MTmamma, uma associação sem fins lucrativos, é mantida por meio de doações e de parcerias. “A casa precisa do apoio da população, precisamos de voluntários. Oferecemos para as assistidas, hidromassagem, reiki, dança do vente, sessão de cinema e outras ações que ajudam na autoestima”.

Construindo Saberes

A ação faz parte do projeto Construindo Saberes, realizado pela professora de Língua Portuguesa, Eliane Andrade. Turmas dos 1º Ano e 3º Ano do Ensino Médio participaram da ação prática e teórica, que tinha como cunho social o trabalho com idosos, cegos, moradores de rua e outros.

O objetivo, segundo a educadora, é despertar nos alunos o poder da mudança e da transformação. “Temos que ir além do ensino pedagógico dentro das salas. Para mim, de todos os projetos que já realizei, esse foi o melhor”.

A professora conta que as vivencias foram enriquecedoras aos alunos. “De hoje em diante, eles vão ver a escola com outros olhos, o ensino se tornará mais significativo”.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114