» mais
Comentar           Imprimir
Cidade
Quinta, 14 de dezembro de 2017, 22h45

Projeto do novo IML de Cuiabá é apresentado à imprensa


O projeto das novas instalações da Diretoria Metropolitana de Medicina Legal foi apresentado aos jornalistas pelos diretores da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), em coletiva de imprensa no gabinete da Direção Geral, nesta quinta-feira (14.12).

A obra está sendo construída em um prédio locado na modalidade sob medida, no Bairro Jardim Universitário, cujo contrato prevê o investimento com todas as adaptações necessárias para o funcionamento do IML. A construção segue os parâmetros ambientais legais e leva em consideração a facilidade de acesso da população. A primeira etapa das obras tem previsão de conclusão no primeiro semestre de 2018.

O projeto arquitetônico e a planta do prédio em três pisos foi apresentada pela arquiteta Sonia Alencar Ludovico. A área total é de aproximadamente 1.950 m² e contará com recepção, salas de trabalho e de atendimento médico, setor de identificação, medicina legal, alojamentos, elevador, entre outros setores.

Conforme o Diretor Geral da Politec, Reginaldo Rossi do Carmo, a mudança de prédio é necessária pois o atual, construído no ano de 1994, já não comporta o aumento na demanda de atendimentos, entre vivos e mortos. “Optamos pelo modelo de locação sob medida por ser um modelo mais eficiente e econômico, pois dentro do valor total do aluguel estão inclusas a manutenção predial, e implantação de todo o sistema de tratamento de esgoto e de gases", afirmou.

O Sistema de Tratamento de Esgoto segue os parâmetros exigidos pela Resolução Conama 430, que dispõe sobre as condições e padrões de lançamento de efluentes. O local possui as licenças ambientais e de impacto. A obra foi autorizada pela prefeitura com o alvará de localização e atividade.

Quando a estação entrar em funcionamento, o esgoto tratado terá um índice de remoção de 95% de impurezas. O Sistema será monitorado periodicamente e passará por testes de eficiência a cada seis meses. Para a descontaminação, serão aplicadas substâncias como cloro, ozônio e radiação Ultravioleta.

Para garantir o bem-estar dos moradores da região e de quem venha a necessitar dos serviços da unidade, o IML contará com um equipamento para foto-oxidação. O equipamento faz o tratamento de gás por reação química ácida. O odor passa por um conjunto de camadas de oxidação onde perde-se todas as camadas odoríficas das moléculas de oxigênio. Isso significa que não vai haver mau cheiro. “A estruturação da unidade tem como referências as sedes de IML de capitais como Fortaleza e Curitiba, que utilizam o mesmo sistema de foto oxidação, e estão localizados em áreas centrais. O proprietário do imóvel juntamente com o engenheiro sanitarista responsável pela obra realizaram visitas in loco ao IML de Fortaleza atestando a eficiência do sistema", exemplificou o diretor-geral.

O projeto arquitetônico prevê ainda a separação do ambiente de necropsia, de custodiados e de vítimas de agressão e violência sexual. “Neste novo prédio temos a previsão de divisão dos atendimentos. Ele possui a parte anterior na avenida Rui Barbosa é para atendimento a vivos e a parte posterior para mortos e custodiados", explicou o Diretor Metropolitano de Medicina Legal, João Marcos Rondon.

Reforçado a parceria acadêmica do IML com as Faculdades de Medicina, o local contará ainda com uma área de observação de necropsias em que os estudantes poderão acompanhar a realização das atividades. “A intenção é tornar o IML uma casa de aprendizados fazer com que nós tenhamos parcerias com as faculdades, e outras especialidades, possam estar acompanhar os nossos trabalhos", acrescentou Rondon.

O atendimento do IML por ano é de aproximadamente 15 mil pessoas, dessas, apenas cerca de 1,5 mil são de mortos. Noventa por cento do atendimento da unidade é feito em pessoas vivas, como exames de lesão corporal, constatação de violência sexual, odontologia legal, e insanidade mental. A Diretoria é responsável pelo atendimento de Medicina Legal em Cuiabá e outros doze municípios da região metropolitana.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114