» mais
Cidade
Quinta, 11 de janeiro de 2018, 20h20

Adolescente que chegou de UTI Aérea no PS de Cuiabá retorna de carro funerário a Sinop


Redação

Será sepultado amanhã (12) em Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá) o corpo do adolescente Vitor Hugo da Silva Castro, de 15 anos, que morreu no final da noite de ontem (10) em Cuiabá. O velório tem início hoje (11) às 23h30 no Memorial Luz e Vida, na mesma cidade onde ele residia. O jovem esteve internado desde 29 de novembro no Pronto Socorro e Hospital Municipal de Cuiabá.

Vitor Hugo foi atendido inicialmente em 18 de setembro em Sinop com quadro de diarreia, diagnosticado depois como retocolite Ulcerativa. Esteve internado no Hospital Regional da cidade onde passou por cirurgias, inclusive neurológica, tendo o quadro agravado. A família recorreu à Justiça e após duas liminares o paciente foi transferido em uma UTI aérea para Cuiabá, onde foi internado na UTI do Pronto Socorro Municipal no dia 29 de novembro. Os procedimentos ocorreram pelo Sistema único de Saúde – SUS.

Mãe de Vitor Hugo (foto) disse que filho teve melhoras, mas a falta de médicos por 30 dias agravaram sua situação, levando a morte.


A mãe do adolescente Daniela Luciana informou que os primeiros atendimentos em Cuiabá apresentaram melhorias, inclusive recobrando os sentidos de comunicação visual. Contudo decorrido quase um mês e com a falta de médicos especialistas, levaram à complicação. “Faltavam quatro especialistas (nutrólogo, endocrinologista, gastrointestinal e reumatologista) conforme informou o hospital” – disse a mãe.

Ela conta que passou a cobrar pela sua transferência e no dia 26 de dezembro o médico informou que o paciente já estava regulado (autorização para transferência) para o Hospital Universitário Júlio Muller, em Cuiabá. O PlantãoNews acompanhou a informação junto a Secretaria de Estado de Saúde e no próprio HUJM mas não havia confirmação, pois não constava no sistema. Passados dois dias a mãe cobrou novamente o médico e foi constatado que ele não havia definido para qual hospital. Disse que faria imediatamente. No dia 28 de dezembro a informação era de que o paciente seria mantido no Pronto Socorro onde receberia tratamento.

No dia 3 de janeiro deste ano o quadro de Vitor Hugo se agravou e a mãe entrou em desespero e em entrevista disse que “seu filho estava largado num canto da UTI”. O PlantãoNews manteve contato com a diretora do Pronto Socorro de Cuiabá, a médica Samara Brandão que, através da Secretaria de Comunicação do município informou que “só chegou a conhecimento da situação do Vitor Hugo no dia de hoje (3 de janeiro) e que ele já havia sido avaliado por um Nutrólogo”. Afirmou ainda pela nota que “o PSMC tem todo interesse em conduzir o caso da melhor forma para o reestabelecimento da saúde do Vitor”.

No dia 4 de janeiro uma nova nota da Secretaria de Comunicação do Município para o PlantãoNews informava que tinha havido uma reunião da família com a superintendência e o intensivista responsável pela assistência ao paciente Vitor Hugo, onde foi explicado todo quadro clínico e necessidades do mesmo. Neste momento o paciente está recebendo todo tratamento que necessita. A diretoria se colocou à disposição da família a qualquer momento”. 

A nota encerrava afirmando que “nos reservamos no direito de manter o sigilo com relação ao quadro clínico do mesmo. Mais informações somente com a própria família”.
 

Convite para cerimônias fúnebres tomam espaço das campanhas de pedidos de doações de recursos financeiros e de orações. 


Diante da negativa da Secretaria de Comunicação em fornecer informações do quadro do paciente o PlantãoNews buscou contatos com a mãe, Daniela Luciana. No domingo (6) pela manhã ela informava que haviam solicitados 12 exames, mas não sabia sobre a alimentação parental (por sonda) e que não recebia informações dos médicos. Por volta de meio dia ela disse que um médico havia informado que o quadro do filho era de morte cerebral.

No domingo ainda em um contato com a reportagem, Daniela fez um pedido: “só não publica mais nada falando de negligência do pronto socorro, os médicos não estão gostando disso, pra não ficar mais difícil a relação da família com eles tá. Eles estão brabos aqui comigo”. O pedido foi atendido e o PlantãoNews ficou aguardando evolução do quadro.

Hoje (11) às 6h04 Daniela Luciana enviou uma mensagem WhatsApp e mesmo diante de tamanha dor escreveu: “Bom dia Romeu. Meu filho morreu”.

Em seguida deram início aos procedimentos como contratar funerária, emitir certidão de óbito e preparar o velório na cidade. Parte da família foi na frente de carro. Vitor Hugo, que foi removido de UTI Aérea de Sinop, retornava depois de Cuiabá em um carro funerário.

Além de tantos problemas, arrombaram o carro da família e roubaram a mala do irmão mais velho de Vitor Hugo. O casal tinha dois filhos adolescentes.

Vitor Hugo

 


     Comentar           Imprimir

13/01/18, 10:34
leidy disse:

muito triste o descaso humano com a saúde publica vidas são tratadas como se fossem peças de maquina aguardando em um canto até chegar um competente para análisar-lo muito triste meu coração chora junto dfamilíaessa


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114