» mais
Comentar           Imprimir
Cidade
Sexta, 16 de março de 2018, 09h37

Marcrean dos Santos diz que 'caso dos pombos merece intervenções urgentes'


"Os pombos realmente decolaram na preocupação dos vereadores cuiabanos, e com justificativas fundamentadas", afirmou o vereador Marcrean dos Santos (PRTB) no Grande Expediente da sessão plenária de hoje (15). Segundo Marcrean, o vereador Orivaldo da Farmácia acertou em retomar esse tema no Parlamento, discussão de antigo incômodo da população da capital. "Orivaldo trouxe aqui um cidadão infectado por pombos, hoje deficiente visual. Mas ele e o professor conhecem outros casos piores, pessoas que morreram ou ficaram atrofiadas, presas a cadeira de rodas sequelas causadas por essas aves tão lindas, infelizmente perigosas".

Macrean citou que a questão da infestação de pombos foi tema de debates da Casa de Leis em 2014, iniciativa de sua autoria. "Conclamei setores da Saúde e representantes comunitários para debatermos quais seriam as possíveis soluções disso. Há pouco tempo, uma das unidades dos Correios e Telégrafos, do Cristo Rei, em Várzea Grande, ficou paralisada por causa de pombos. Problema que se repete lá e aqui em unidades escolares, órgãos públicos, áreas de lazer, etc. Inclusive, temos uma proposta de audiência pública para aprofundar as discussões sobre esse tema. Banir pombos do convívio humano significa preservação da vida, saúde. A sua proximidade é o contrário disso. Parabenizo Orivaldo, o presidente Justino Malheiros, Mário Nadaf e outros companheiros que encetam luta conjunta para blindar a população das doenças que essa ave transmite em larga escala. Basta ir aos hospitais e olhar os relatórios mensais. Doenças causadas por pombos constam fartamente nos diagnósticos médicos".

O vereador Mário Nadaf complementou as palavras de Marcrean ao dizer que "a realidade dos pombos é um cotidiano de terror para quem tem medo de doenças letais". Para o parlamentar, a incidência anormal das aves em Cuiabá extrapola a tolerância da sociedade, além de ser fator impostivo de exigência (junto às instituições públicas responsáveis) para que providências resolutivas aconteçam. "O fato é o seguinte: a proliferação de pombos se tornou um agravante social, pois retrata um amanhã de luto, cegueira, tudo de ruim que as pessoas não desejam. Na maioria dos casos, a inocência de desconhecimento dos cidadãos facilita o contágio. Vejo pessoas jogando bola em quadras infestadas de fezes de pombos. Prática que certamente levanta "pó de fezes", ingrediente venenoso que as aves repassam aos humanos. A providência desse problema seria então para ontem, mas vamos acreditar que ainda será operacionalizada para salvar vidas. O Legislativo formou união de forças também nesse sentido".


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114