» mais
Comentar           Imprimir
Cidade
Quinta, 17 de maio de 2018, 18h11

Diego Guimarães quer 3° faixa na Prainha e Avenida do CPA


"Inadmissível a situação que os motoristas da capital enfrentam todos os dias nas avenidas da Prainha e do CPA, incluindo perda de tempo e excessivo consumo de combustível. Essas vias de há muito merecem uma 3° faixa, para escoamento do trânsito", afirmou hoje (16), na sessão plenária, o vereador Diego Guimarães, que propôs até a realização de uma audiência pública no Legislativo para debater esse problema com a sociedade. Segundo ele, os prazos e a própria paciência de quem vive em Cuiabá já se esgotaram em relação ao VLT - Veículo Leve Sobre Trilhos, obras paralisadas por conta de intervenção judicial (Ministério Público).

"Sobrou, então, um engarrafamento intenso e irritante nessas avenidas, principalmente nos horários de pico, pela manhã - quando todos saem pra trabalhar, e ao meio-dia, horário de almoço. A situação fica mais complicada ainda é no final da tarde. É mais ou menos uns 40 minutos de engarrafamento em cada etapa, e aí fica difícil aguentar. Mesmo porque isso já se arrasta há seis anos, data em que as obras do VLT sofreram paralisação, deixando essa rasgo danoso nas referidas vias centrais da capital. O que antes era sonho virou pesadelo cruciante, infelizmente".

Diego salientou que o cidadão merece ser contemplado com facilidades no dia a dia do segmento do trânsito, pois paga impostos e, consequentemente, tem direito de usufruir de benefícios concedidos pelo Poder Público. "Na falta de uma 3° faixa em avenidas congestionadas, como as da Prainha e do CPA, isso traz reflexo oposto, inclusive no bolso do cidadão. E conforme disse, o tempo que todos gastam ali, à espera de liberação do tráfego, poderia ser utilizado num convívio ampliado com seus familiares, amigos, no lazer, descanso, etc. Ademais, a permanência prolongada no trânsito significa aborrecimento e mais despesas, pois os veículos ficam ligados o tempo todo, consumindo combustível".

Ao finalizar, Diego Guimarães frisou que a instituição de uma 3° faixa na Prainha e Avenida do CPA vai amenizar esse dilema, "que já se tornou tradição de sufoco dos que se arriscam pelas ruas da capital com seus carros", pontuou. "Vai facilitar, sem dúvida, a convergência, quando o motorista sai da avenida rumo a outras vias. Sem incluir a possibilidade, concreta, aliás, de discussões originadas do nervosismo dos que ficam retidos no trânsito e têm pressa para resolver algum problema. É elogiável, devo ressaltar, que exista hoje uma faixa exclusiva para ônibus, mas uma 3° faixa - nos "rasgos" do pretenso VLT - seria elemento resolutivo. Pelo menos para que parte desse entrave fosse dissipado, melhorando também o aspecto visual das cicatrizes do VLT. Acredito que uma discussão ampliada, em termos de audiência pública, pode levar a uma solução satisfatória a todas as partes".


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114