» mais
Comentar           Imprimir
Cidade
Quinta, 07 de junho de 2018, 17h36

Pedra 90 terá nova base comunitária e unidade da Rede Cidadã


O bairro Pedra 90, em Cuiabá, será contemplado com uma nova base comunitária de segurança pública e uma unidade do projeto Rede Cidadã. A construção das estruturas ocorrerá em área cedida pela Prefeitura de Cuiabá, cujo documento foi assinado na noite desta quarta-feira (06.06). O espaço cedido possui 13.911,18 m² e está localizado na Avenida Integração I, no mesmo quarteirão que contempla unidades da Secretaria Municipal de Saúde, escolas e Centro de Referência em Assistência Social (CRAS).

Agora a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) vai trabalhar na elaboração dos projetos arquitetônicos para, em seguida, fazer a análise e buscar recursos financeiros para a construção. Segundo o comandante-geral da Polícia Militar (PM-MT), coronel PM Marcos Vieira da Cunha, a atual estrutura da base comunitária implantada no bairro não comporta mais a demanda da sociedade.

“Hoje o 24º Batalhão da PM tem uma sede também no Pedra 90, e parabenizo a atuação dos policiais, que têm buscado a redução da criminalidade, e acredito que esse projeto vai facilitar o trabalho da Polícia Militar, e futuramente pode ser possível até a instalação de um novo batalhão, porque a região precisa”. Ele destacou ainda a filosofia da polícia comunitária, por estar mais próxima da sociedade. “Atuando junto com a Rede Cidadã e o Conselho de Segurança Pública, a segurança continuará apresentando bons resultados”.

De acordo com a coordenadora de Ações Preventivas da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) e coordenadora interina do projeto Rede Cidadã, coronel Zózima Dias dos Santos, a expectativa é melhorar o atendimento aos quase 100 mil habitantes do bairro Pedra 90. “A melhor qualidade das condições de trabalho aos policiais vai refletir no atendimento prestado ao cidadão, e com uma unidade da Rede Cidadã o trabalho preventivo será intensificado, o que é muito importante para a redução da criminalidade”.

A doação

O pedido de cessão do terreno foi formalizado pela Sesp à Prefeitura de Cuiabá em 2015. Após algumas adequações necessárias, que incluíram delimitações das áreas e regularização de documentações, a Câmara Municipal autorizou a doação, há cerca de dois meses. A partir de agora, a Secretaria tem prazo de cinco anos para construir as unidades.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114