» mais
Comentar           Imprimir
Cidade
Segunda, 02 de julho de 2018, 09h53

Ação no bairro Coophema encerra projeto 'Despertando valores humanos'


A Escola de Saúde Pública de Mato Grosso (ESP/MT), unidade descentralizada da Secretaria de Estado de Saúde (SES/MT), encerrou neste sábado (30.06), o projeto “Despertando Valores” com atividade na Escola Estadual Professora Hermelinda de Figueiredo, localizada no bairro Coophema, em Cuiabá.

O projeto priorizou a integração entre ensino, serviço e comunidade de forma humanizada dentro do próprio território da ESP, visto que está localizada no entorno da escola. “A Educação Permanente em Saúde é isso: troca de saberes valorizando competência e proporcionando habilidades para o trabalho de promoção da saúde”, define a diretora da ESP/MT, Carmem Silvia Campos Machado

A ação finalizou os trabalhos de preceptoria “Cenários de Práticas” com os estagiários de psicologia acompanhados da professora Valéria Costa Marques e dos preceptores da ESP/MT Leida Ferreira (CIES), Lucimar Rosa (Cogepe), Noemi Silva (Coades), Marta Conciani (Coepe) e Solanyara Silva (Coepe).

 

“O coletivo faz a diferença. Agradeço a toda equipe ESP/MT em nome de Paula Dantas, Cleber Arantes, Angelique Mendes, Laércio Gomes e Elizandra Maria”, pontua a diretora, destacando ainda a presença da conselheira Fátima Correa, representando o 5º Conselho Tutelar de Cuiabá, e da presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do Estado de Mato Grosso , Ana Cláudia Machado.

Em 2017, A ESP/MT abriu as portas para campo de estágio por meio de parceria com uma faculdade particular para que os alunos do curso de Psicologia pudessem estagiar com o propósito de desenvolver ações de promoção da saúde, nas instituições da área de abrangência do bairro Cooophema, em Cuiabá.

Como a ESP/MT está inserida geograficamente nesse bairro, explica Carmem Machado, se constituiu como campo de estágio Básico em Psicologia II. Com efeito, foi elaborado um plano de atividades entre a professora supervisora e as preceptoras.

 

A primeira turma de estagiários inserida na ESP, no segundo semestre de 2017, era composta por oito estagiários. Tinha por objetivo observar as ações realizadas pela ESP/MT. Para tanto, observaram as ações das coordenadorias pedagógica, administrativa escolar, ensino, pesquisa e extensão e formação técnica.

Ao final do semestre, os alunos apresentaram suas percepções acerca da observação e concluíram que para o processo de intervenção exigido no Estágio Básico III, a ser desenvolvido no primeiro semestre acadêmico de 2018, havia necessidade de realizar ações de promoção da saúde que pudessem aproximar a ESP/MT e a comunidade local. Os produtos dessa experiência foram ações de extensão junto às Instituições locais e demais espaços Conselho Tutelar e Escola Estadual de Hermelinda de Figueiredo.

Em 2018, esse projeto se ampliou e chegou a 19 o número de estagiários envolvidos em dois processos de intervenção. No Conselho Tutelar, o projeto foi desenvolvido por 10 estagiários e o trabalho foi voltado para a ambiência, acolhimento e a proteção à criança em situação de vulnerabilidade, e também o fortalecimento dos conceitos básicos para o trabalho no que trata da identificação da criança e do adolescente como um ser em desenvolvimento. Na Escola Hermelinda, os nove estagiários trabalharam o projeto “Despertando valores humanos” e que envolveu alunos e professores.

Segundo ela, os ganhos para as Instituições envolvidas ocorreram no sentido de terem o apoio para o desenvolvimento de projetos de promoção da saúde que atendeu suas necessidades e envolveu os trabalhadores, estagiários e alunos do ensino fundamental.

“A vivência no desenvolvimento da extensão oportunizou experimentar e construir um processo de EPS [Educação Permanente em Saúde], junto às instituições locais, de maneira a desenvolver competências e adquirir habilidades para o trabalho de promoção da saúde por meio da EPS, de forma que eles puderam conhecer, reconhecer e vivenciar algumas das diretrizes do SUS no cotidiano de uma Escola de Saúde Pública”, completa a diretora Carmem Machado.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114