» mais
Comentar           Imprimir
Cidade
Terça, 03 de julho de 2018, 11h54

Mutirão Rural leva serviços gratuitos para população do Sadia I e comunidades vizinhas, em VG


.

A comunidade rural do Sadia I, em Várzea Grande, recebeu no último sábado a 5º edição do ‘Mutirão Rural’, evento que leva ações de cidadania e serviços à população concentrada na zona rural. A mobilização realizada na Escola Municipal de Educação Básica (EMEB), ‘Elias Domingos’, ofertou 45 tipos diferentes de atendimento. Antes das 10h da manhã, cerca de 350 senhas já haviam sido retiradas. A comunidade está localizada a cerca de 40 quilômetros do Centro de Várzea Grande.

Além do Sadia I – com aproximadamente 142 famílias - o mutirão beneficiou assentados, chacareiros, trabalhadores e pequenos produtores rurais de comunidades como São José do Vista Alegre, Dorcelina Forlador, Espinheiro, Banco da Terra, Manto Verde, Umuarama, Sadia III e ainda de moradores às margens da BR 364.

Essa foi a primeira edição do ano do Mutirão Rural de Várzea Grande, coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável em parceria com o Senar e órgãos públicos do poder estadual. Os atendimentos mais procurados pela população local foram optometrista, consultas médicas e odontológicas e emissão de documentos.

O ‘seo’ João Miranda, morador do assentamento Dorcelina Forlador, chegou na escola antes das 7h para garantir atendimento com o dentista, necessidade, que segundo ele vinha sendo “sempre adiada”. Ele justifica essa demora. “É bastante complicado nossa locomoção aqui, qualquer coisa que tenhamos de fazer na cidade perdemos todo o dia e por isso, sempre vamos deixando a saúde para depois”.

Dona Mercedes Souza, do Sadia I, procurou atendimento para fazer a segunda via da carteira de trabalho. “Estou perto de aposentar e preciso organizar essas coisas”.

Aristides Matos, do assentamento Espinheiro, aproveitou o mutirão para fazer a segunda via do RG e passar por consulta. “A gente fica longe de tudo. O dia que é mais tranquilo para gente, como o sábado e o domingo, não tem nada aberto na cidade e pra ir durante a semana a gente perde um dia de serviço e muitas vezes não resolve tudo num dia, sendo obrigada a ficar indo e vindo. Esse mutirão facilita as coisas para gente”.

 

.

Facilitar, ofertar comodidade e promover cidadania e a integração entre essa população rural e os órgãos públicos é a principal característica do evento, destacou a secretária municipal de Meio Ambiente, Helen Farias. “O Mutirão Rural é um evento que possibilita a presença efetiva do poder público na área rural, seja ofertando serviços, ações, capacitação, políticas sociais e o melhor de tudo, resgata a autoestima de quem está distante da cidade, trazendo cidadania”. Esse é o terceiro ano de ações nesse modelo ofertadas pela prefeitura, Senar/MT e parceiros.

O supervisor da Regional Cuiabá do Senar/MT, Natalino Márcio Viana, conta que cada edição do ‘Mutirão Rural’ costuma registrar cerca de 1,2 mil atendimentos e que todo o serviço trazido para a população do campo é totalmente voltado às necessidades das comunidades rurais. “Saúde é a área mais procurada, por isso temos um caminhão adaptado com dois consultórios, um de dentista e outro para clínico geral”. Ainda como disse durante a edição do último sábado, “esse modelo de mutirão só é possível porque há a união de esforços, especialmente com os municípios que promovem, juntamente conosco, esse ação. Essa soma de esforços resulta em atendimentos que fazem a diferença para população rural”. Nessa edição, 100 óculos foram doados pelo Senar/MT.

Reforçando o alcance social do mutirão, a população de forma coletiva foi beneficiada com ações das secretarias municipais de Serviços Públicos e de Viação, Obras e Urbanismo como patrolamento e encascalhamento da estrada que liga a comunidade à BR – cerca de 8 quilômetros de chão - limpeza da área pública e retirada de entulhos, troca de lâmpadas.

O Sadia I é uma comunidade antiga e de tradição na produção de alimentos, especialmente laticínios e de legumes e frutas.

A escola que foi sede do evento foi reconstruída pela prefeitura e entregue à população em maio, durante as comemorações pelos 151 anos de Fundação da cidade. A unidade é do tipo ‘multisseriada’, atendendo a 110 alunos da Educação Infantil até a educação de jovens e adultos.

O MUTIRÃO - Entre os serviços oferecidos estavam atividades esportivas com educador físico, atividades artísticas, palestras técnicas como de planejamento e reaproveitamento de alimentos, emissão de carteira de trabalho e carteira do pescador, emissão de fotografia 3X4, emissão de Cadastro de Pessoa Física e carteira de identidade (segunda via), atendimento médico e odontológico, triagem de enfermagem, vacinação de animais, teste rápido de HIV, glicemia e Hepatites B e C, confecção do cartão do SUS, cadastro do Bolsa Família e Bolsa Idoso, orientações ao consumidor e orientações de trânsito, palestras sobre drogas, registro tardio (certidão de nascimento), divórcios amigáveis, pensão alimentícia, distribuição de mudas de árvores nativas e frutíferas em parceria com o Instituto Ação Verde, cadastro para recebimento do kit para TV Digital, por meio do ‘Seja Digital’. A edição contou ainda com a presença Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), que pousou ao lado da escola um helicóptero, chamando à atenção de todos os presentes, especialmente das crianças.

Já foram realizadas, em Várzea Grande, outras edições do Mutirão Rural beneficiando o Sadia III, o Distrito de Bonsucesso, evento que contemplou também os moradores do Praia Grande, Pai André e do Capão Grande.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114