» mais
Comentar           Imprimir
Cuiabá&VG
Quinta, 07 de fevereiro de 2019, 11h02

Feirantes apontam injustiça mudanças e buscam apoio da Câmara


Os representantes da Classe se reuniram nessa terça-feira com alguns vereadores na sala da presidência.

Após a Sessão Ordinária desta terça-feira (5), o presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, vereador Misael Galvão (PSB) recebeu na sala da presidência os representantes dos feirantes de Cuiabá a pedido do vereador Dilemário Alencar (PROS). A classe busca uma conversa com a prefeitura para que desistam da ideia de mudá-los de lugar.

 

.

O presidente da associação dos feirantes diz ser injustiça tira-los de onde estão. “Já luto por essa classe há cinco anos e nós temos o direito de nos manifestar, queremos uma reunião com a prefeitura para que possam nos ajudar. Tem feirante com 37 anos de profissão nas feiras de domingo e essa mudança não é justa com a classe”, Apontou Mario Carreiro, presidente da associação e também feirante.

O vereador Dilemário Alencar foi quem movimentou a reunião. “Queremos buscar os responsáveis para que ouçam esses trabalhadores, precisamos marcar uma reunião com o prefeito para que ele também escute os feirantes, buscando que o ato seja suspenso. O que eles querem é ser ouvidos”, frisou Dilemário.

A Câmara se dispôs a marcar uma reunião com os responsáveis e buscar uma solução que ajude a todos. “Chamei essa questão para a minha responsabilidade, pois fui feirante, sei da luta diária dessa população e tenho diálogo com todos os vereadores. Vamos sim, marcar uma reunião o mais rápido possível para tentar resolver o problema”.

Os vereadores Wilson Kero Kero (PSL), Vinicyus Hugueney (PP), Orivaldo da Farmácia (PRP), Diego Guimarães (PP), Marcrean Santos (PRTB), Abilio Junior (PSC) e Clebinho Borges (DC), também se fizeram presença na reunião e apoiaram a causa.

Hoje a feira acontece todos os domingos na Avenida Brasil no Bairro CPA II.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114