» mais
Comentar           Imprimir
Cuiabá&VG
Sexta, 19 de abril de 2019, 12h37

Exposição "O Egito sob o olhar de Napoleão" fica em cartaz até dia 29 de junho


.

'Descrições do Egito', organizada em 21 volumes, sendo nove livros de textos e 12 álbuns de gravuras, as pesquisas trazem estudos sobre zoologia, arquitetura, mineralogia, botânica, teologia, artes e muito mais - Foto por: Ahmad Jarrah “Descrições do Egito”, organizada em 21 volumes, sendo nove livros de textos e 12 álbuns de gravuras, as pesquisas trazem estudos sobre zoologia, arquitetura, mineralogia, botânica, teologia, artes e muito mais
A | A
Bem-vindos a 1798, quando Napoleão Bonaparte iniciu sua marcha rumo ao Egito com milhares de soldados. Entre os militares, mais de 200 cientistas. O imperador francês – que era doido, mas não era besta - seguiu para o Oriente com intuito de conquistar as terras dos faraós e, entre batalhas e pesquisas, em apenas quatro anos, os franceses conseguiram reunir uma das mais preciosas coleções sobre a cultura egípcia.

Denominada “Descrições do Egito”, organizada em 21 volumes, sendo nove livros de textos e 12 álbuns de gravuras, as pesquisas trazem estudos sobre zoologia, arquitetura, mineralogia, botânica, teologia, artes... Hoje, em todo o mundo, existem apenas cinco coleções completas e uma delas está em Cuiabá, na exposição “O Egito sob o olhar de Napoleão, na Coleção Itaú Cultural”. Os mato-grossenses terão até o dia 29 de junho para prestigiar uma das mais belas conquistas de Napoleão, em cartaz na Galeria de Artes Lava Pés, no piso térreo da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer.

 

Sérgio Miyazaki, superintendente administrativo do Itaú Cultural, presenta na abertura da exposição em Cuiabá

O superintendente administrativo do Itaú Cultural, Sérgio Miyazaki, que esteve presente na van premier da exposição em Cuiabá, ressalta a satisfação em democratizar o acesso à cultura. “Sabemos que os grandes centros reúnem as grandes exposições, as grandes obras, principais museus e instituições culturais do Brasil. E o trabalho do Itaú Cultural é justamente descentralizar o acesso, levar arte para todo o país, sem distinções. Democratizar o acesso à cultura é nosso objetivo, principalmente para regiões que tem uma pujança econômica como é o caso de Mato Grosso. Desenvolvimento social e econômico tem que caminhar juntos com a educação e com a cultura. Estou muito honrado em poder trazer esta exposição para Cuiabá”.

 

Vagner Porto (à esquerda), curador da expsoição, ao lado de Sérgio Miyazaki, na Galeria de Artes Lava Pés

Sobre a coleção que tem mais de 200 anos e está salvaguardada pelo museu do Louvre, em Paris, na França, o curador da exposição, o arqueólogo e professor da Usp, Vagner Porto, destaca sua importância para o mundo ocidental. “Trata-se de uma coleção extremamente rara. De mais de 500 reproduções feitas, sobraram apenas cinco coleções completas. E ela está em Cuiabá agora, ao alcance de todos os mato-grossenses. Uma coleção que surgiu dos esforções de um gênio militar, Napoleão Bonaparte, uma figura bastante controversa, em muitos aspectos, mas extremamente importante para a civilização ocidental. Depois que Napoleão pisou no Egito com suas tropas, o mundo ocidental nunca mais foi o mesmo porque nós adquirimos muito da cultura egípcia desde então, inclusive acreditar que o sentimento vem do coração e não da mente”.

 

O secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec, um apaixonado pela história

O secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec, um apaixonado por história, destaca o novo ciclo de atividades museológicas em Mato Grosso. “Em pouco mais de três meses de gestão, já organizamos quatro exposições inéditas, duas no Museu de Arte Sacra de Mato Grosso e duas na Galeria Lava Pés. A primeira exposição deste ano na Galeria reuniu importantes artistas visuais de Mato Grosso e, agora, uma imperdível, essencial exposição internacional. Isso coloca Cuiabá, definitivamente, na rota das grandes exposições nacionais e em conexão com o mundo contemporâneo. Quando assumi a pasta, assumi também um compromisso com a população, claro, que tanto carece de cultura de qualidade. Pois aibam, terão em mim, um aliado, um militante das artes”.

 

Kardec ressalta ainda que diante de tantas adversidades que a cultura vem sofrendo, esta é a hora de reagir. “Neste momento em que estamos vivenciando tantas tragédias nas artes, como o fatídico incêndio na Catedral Notre Dame de Paris, nosso Museu Nacional ardendo em chamas, trazer para Cuiabá esse acervo tão importante é um ato de resistência e valorização da arte e da cultura. Estou muito feliz”, conclui.

Serviço

Tema: Exposição O “Egito Sob o Olhar de Napoleão, na Coleção Itaú Cultural”.

Quando: em cartaz até dia 29 de junho

Horário: de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 18h

Quem pode participar: Livre para todas as idades/ Entrada franca

Local: A Galeria de Artes Lava Pés é um dos equipamentos culturais da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso. Está localizada na Avenida José Monteiro de Figueiredo (Lava Pés), 510, Duque de Caxias, em Cuiabá, aberta ao público de segunda à sexta-feira, sempre das 8h às 18h.

Outras informações: (65) 3613-0225/0209 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114