Cuiabá | MT 04/12/2021
Cuiabá&VG
Sábado, 20 de março de 2021, 16h59

Efetivação de políticas públicas é tema de 1º encontro virtual promovido pela Assistência Social


.

“Vidas negras importam” foi tema do 1º Encontro Virtual promovido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência nesta sexta-feira (19), no Palácio Alencastro. O evento que teve como proposta a discussão sobre políticas públicas efetivas à população negra, contou com o apoio da primeira-dama, Márcia Pinheiro.

“A iniciativa segue diretrizes do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, que tem como marca o trabalho de uma gestão pautada na humanização”, disse a primeira-dama Márcia Pinheiro.

Representando o prefeito Emanuel Pinheiro, o secretário municipal de Governo, Luís Cláudio de Castro Sodré, ressaltou que a garantia dos direitos humanos é um foco da política pública da administração municipal desde o primeiro mandato tendo segmento nesses próximos quatro anos.

“Aproveito para adiantar a criação da Recepção Inclusiva, que será apresentada em breve, sendo a primeira instalada no Brasil e que será representada por todas as minorias. A cidade vive nos que vivem nela. Essa é uma das diretrizes do nosso prefeito em trabalhar na busca de um tratamento igualitário para toda sociedade”, declarou o secretário de Governo.

“Encontros como esse são importantes e necessários para traçar meios e respostas a fim de garantir e assegurar os direitos desse público formado por homens e mulheres negras”, pontou a secretária-adjunta de Direitos Humanos, Cristiany Fonseca. “Pretendemos com isso diminuir a discriminação racial ainda presente”, disse a secretária.

O presidente do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Cuiabá, Edvande Pinto de França, agradeceu pelo apoio que vem sendo dispensado pela Prefeitura de Cuiabá. “Tratar a questão racial é um assunto que gera muito impacto, pois o preconceito ainda prevalece. Não é nada fácil superar a questão e desmitificar o racismo e o preconceito, mas a discussão tem que ser feita. Vai demorar um tempo até que possamos quebrar o preconceito, o racismo, mas não podemos desistir de enfrentar essas questões no nosso dia a dia e a escola assume um papel fundamental nesse processo”, declarou o presidente.

“Esse é mais um sinal de humanização da gestão. Essa discussão envolve não somente a população negra, como de todas as pessoas ainda marginalizas direta ou indiretamente. Estamos satisfeitos com os avanços que já estão sendo alcançados”, definiu o secretário-adjunto da Pessoa com Deficiência, Rubens da Silva.

A atividade teve como público alvo estudantes, conselheiros e representantes de entidades.

Os palestrantes foram a coordenadora Estadual de Políticas para as Mulheres, Prof.ª Drª. Ângela Maria dos Santos; o promotor de Justiça titular da 25ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania e Coordenador do Centro de Apoio Operacional de Direitos Humanos, Henrique Schneider Neto, membro do Ministério Público do Estado de Mato Grosso e da professora na Universidade Federal de Mato Grosso-UFMT e Pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas Sobre Relações Raciais e Educação-NEPRE, Cândida Soares da Costa. 




Busca



Enquete

Com Emanuel afastado, o vice Stopa traz recursos do governo Mauro. O que você acha?

Com Stopa Cuiabá só tem a ganhar
Emanuel fazia birra e Cuiabá perdia
Mauro poderá fazer muito mais por Cuiabá com Stopa
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114