» mais
Comentar           Imprimir
Economia
Quinta, 16 de novembro de 2017, 15h16

Seaf finaliza texto guia do inédito Plano Estadual de Economia Solidária de MT


A Secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf-MT) realizando as últimas reuniões finais junto com a sociedade civil para finalizar o texto guia do inédito Plano Estadual de Economia Solidária de Mato Grosso.

.

Na última semana, na reunião no Conselho Estadual de Economia Solidária, a equipe técnica da Seaf e a consultoria Travessia, contratada para elaboração do diagnóstico da economia solidária de Mato Grosso, apresentaram o texto base que será entregue a sociedade civil no próximo mês.

“No dia 23 de novembro, na próxima reunião do Conselho Estadual de Economia Solidária, a plenária deverá aprovar o texto finalizado para que o Plano Estadual seja divulgado para todo o Estado”, comentou a servidora da Seaf, Cenira Evengelista.

Fazem parte da economia solidária iniciativas de projetos produtivos coletivos, o associativismo e cooperativismo, redes de produção, cooperativas de reciclagem, cooperativas de agricultura familiar e agroecologia entre outras, que dinamizam as economias locais dos municípios.

As ações para execução das etapas convênio 774178/2012, firmado entre a Seaf e o Ministério de Trabalho e Emprego, são no valor de R$ 1.929.000,00.

Dentre as metas do convênio estão: Elaboração do plano estadual da economia solidária, fomento e assessoria técnica às entidades de apoio e empreendimentos solidários para organização de feiras populares e de pontos fixos de comercialização, capacitar técnicos para prestar assessoria em análise de viabilidade econômica e comercialização aos empreendimentos da economia já existentes e apoiar novos empreendimentos e a revitalização do Centro de comercialização da Economia Solidária, no centro de Cuiabá.

"Este é um convênio quase perdido quando assumimos a Seaf, fizemos gestão e agora uma das metas já está sendo cumprida que é a entrega do inédito Plano Estadual de Economia Solidária, discutido em todas as regiões do Estado, com contribuição de diversos atores que já trabalham neste segmento e é uma alegria para o Estado, liderar esta construção", comentou o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Suelme Fernandes.

Dalva Nascimento, que é conselheira estadual de economia solidária e integrante da associação Girassol de Mulheres Produtoras de Artesanato de Tangará da Serra, elogiou o poder público em apoiar a política. “É uma oportunidade de mostrar que mesmo sem o conselho, esta política nunca desanimou, e nós sempre na luta fazendo aquilo que sabemos fazer bem feito que é a produção, comercialização e geração de renda”.

A construção do plano foi debatida de forma democrática em sete territórios de cidadania de Mato Grosso, sendo eles: Cuiabá, Tangará da Serra, Juína, Cáceres, Confresa, Colíder e Barra do Garças.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114