» mais
Comentar           Imprimir
Economia
Sexta, 22 de março de 2019, 21h03

Por atraso em obra, governo paulista vai romper contrato do monotrilho


O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (22) que vai romper o contrato com o consórcio que está construindo a Linha 17 Ouro do Monotrilho. O trecho deve ligar a Estação Morumbi da Linha 9 da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos ao Aeroporto de Congonhas.Segundo o secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, a decisão foi tomada devido a atrasos na entrega das obras. A previsão inicial era que o monotrilho estivesse pronto para a Copa de 2014. “A Linha 17 Ouro do Monotrilho é uma obra que andava a ritmo extremamente lento há mais de 2 anos”, enfatizou Baldy, em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

.

De acordo com o secretário, a decisão vem após longas negociações com o consórcio responsável pela construção, composto pelas empresas Andrade Gutierrez, CR Almeida, e Scomi.

Agora, o governo pretende fazer uma nova licitação para o trecho, orçado em cerca de R$ 1,4 bilhão. “Não haverá prejuízo ao estado no ponto em que esta decisão é tomada. Uma nova licitação será feita. Os custos serão levantados”, disse Baldy, que não soube dizer quanto já havia sido efetivamente pago às empreiteiras.

Com a contratação de novas empresas, o governo espera entregar o monotrilho até 2022. “A responsabilidade que nós temos com a população paulista é de entregar essa obra no nosso governo”, afirmou o secretário. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114