» mais
Comentar           Imprimir
Pesquisa/Tecnologia
Domingo, 14 de maio de 2017, 14h38

App impede que usuário gaste dinheiro se estiver bêbado demais


.

Depois de uma noite de bebedeira, muita gente sofre, além de dores de cabeça, da ressaca financeira. Para evitar arrependimentos desse tipo, a empresa de finanças de Londres, iBe TSE, desenvolveu um aplicativo que previne que o usuário gaste dinheiro quando está bêbado.

A companhia conta que a ideia de criar o Drnk Pay surgiu depois de uma pesquisa revelar que metade das pessoas que bebem no Reino Unido, com idade entre 18 e 34 anos, admitir que já se arrependeu de ter feito uma compra bêbado. "Esse é um problema bastante comum, por isso criamos uma solução simples e que usa a tecnologia mais recente disponível", explica Francesco Scarnera, CEO da iBe TSE. É possível restringir todas as transações ou escolher apenas alguns tipos, como viagens ou clubes noturnos.

Veja como funciona:

1. Depois de baixar o aplicativo, disponível para Android e iOS, o usuário vincula seus cartões de débito e crédito e seleciona a quantidade de bebida que acredita ser o limite para não afetar seu julgamento.

2. Em seguida é possível selecionar o tipo de compras ou transações que devem ser bloqueadas. Todas elas serão interrompidas por 12 horas.

3. Um bafômetro portátil, acoplado ao smartphone, é usado para liberar cada uma das compras. Se tentar fazer um pagamento sem soprar no dispositivo, o usuário é barrado. O mesmo acontece quando ele ultrapassar o nível alcoolico definido por ele mesmo. Caso não deseje usar o bafômetro, a pessoa pode escolher um sensor vestível que analisa o nível de álcool na corrente sanguínea constantemente.

O app também conta com um recurso chamado "Help me", que solicita um motorista da Uber, em emergência, para levá-lo para casa.

A empresa espera que o aplicativo esteja disponível gratuitamente nos próximos meses. 

 

Olhar Digital


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114