» mais
Comentar           Imprimir
Pesquisa/Tecnologia
Terça, 07 de novembro de 2017, 00h31

Ministro confirma linha de financiamento de US$ 1,5 bilhão do BID para pesquisa no Brasil


O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, confirmou o aporte de US$ 1,5 bilhão do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para investimentos em pesquisa e inovação nos próximos cinco anos no Brasil. Os recursos serão aplicados pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), que inaugurou nesta segunda-feira (6) o escritório regional durante o Encontro Finep para Inovação em Florianópolis (SC).

"Hoje, além de trazermos esse escritório, temos uma boa notícia. O Banco Interamericano de Desenvolvimento finalizou a aprovação de USS 1,5 bilhão, já com aval do Ministério da Fazenda, para o nosso ministério, a serem usados pela Finep em todo o país. É o maior investimento da história do BID em ciência, pesquisa e inovação", destacou Kassab.

Ele também elogiou a estratégia de expansão da Finep. "Apesar da dificuldade por que passa o país, a Finep tem conseguido superar adversidades e levar à frente parcerias de fomento à ciência, tecnologia e inovação. Tenho certeza que esse escritório chega em um momento importante, em que o desemprego começa a cair, os juros estão em queda e a inflação estabilizada. Mais do que nunca é tempo de acreditar e investir no país", afirmou.

Segundo o presidente da Finep, Marcos Cintra, o novo escritório regional permite um plano de desenvolvimento específico para a região Sul, a exemplo do que foi feito no Nordeste. "Esse escritório começa modesto, com um grupo que fará um diagnóstico da região, das necessidades, mas logo em seguida se tornará um escritório operacional capaz de receber projetos de inovação, processá-los e acompanhá-los", explicou.

Durante o evento, também foi entregue pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) o prêmio Stemmer de Inovação 2017, destinado a pessoas físicas, empresas de pequeno, médio e grande porte. A láurea homenageia o engenheiro Caspar Erick Stemmer, que já foi secretário-executivo e secretário de Desenvolvimento Científico do então Ministério da Ciência e Tecnologia entre 1994 e 1995.
 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114