» mais
Comentar           Imprimir
Pesquisa/Tecnologia
Sábado, 11 de novembro de 2017, 07h04

Novo Centro de Pesquisa em Engenharia será apoiado por Fapesp e Koppert


A Fapesp e a Koppert do Brasil Sistemas Biológicos abriram chamada de propostas para a criação de um novo Centro de Pesquisa em Engenharia (CPE) voltado ao desenvolvimento de pesquisa internacionalmente competitiva em controle biológico de pragas.

Os temas de interesse abrangem:

1) O desenvolvimento de processos de produção e automação em larga escala de agentes de controle biológico, com ênfase em controle de percevejos e de lagartas do gênero Spodoptera.

2) O desenvolvimento de modelos de previsão e sistemas de monitoramento remoto, com ênfase em manejo integrado de pragas (MIP).

3) O desenvolvimento de novas formulações de microrganismos visando o controle de pragas e doenças, com ênfase em tratamento de sementes para a extensão da permanência em prateleira (shelf-life).

4) A prospecção de novos organismos oriundos da biodiversidade brasileira para controle biológico de pragas e doenças foliares, com ênfase em ferrugem asiática da soja.

O financiamento das atividades do CPE será concedido inicialmente para um período de cinco anos, com possibilidade de prorrogação para até 10 anos.

Fapesp e Koppert reservarão um total de R$ 1,6 milhão por ano para a proposta selecionada. Espera-se que o Centro busque também outras fontes de financiamento, a serem previamente aprovadas pela Fundação e pela Koppert.

A premissa que fundamenta e orienta um CPE é a realização de pesquisa competitiva internacionalmente segundo os melhores referenciais mundiais de excelência.

Um fator determinante para o sucesso de um CPE é a existência de uma equipe com composição balanceada entre pesquisadores principais, pesquisadores associados, pesquisadores visitantes, pós-doutores, estudantes de pós-graduação e de graduação e pessoal técnico de apoio, acompanhada de serviços administrativos e de gestão de excelente qualidade.

As dimensões, a estrutura e a forma de operação do CPE deverão ser determinadas em função das atividades de pesquisa, difusão e transferência de conhecimento a serem executadas. Em particular, o Centro deverá ser operado por uma instituição-sede. A associação com outras instituições do Estado de São Paulo será considerada como fator de valorização da proposta e, em alguns casos, poderá ser essencial para fazer a proposta mais robusta.

Com a chamada, a Fapesp adapta seus bem-sucedidos programas Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) e Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE), de modo a permitir o financiamento de um CPE por um parceiro empresarial motivado a usar os resultados obtidos com a pesquisa.

Propostas para o novo CPE serão recebidas até 19 de fevereiro de 2017.

A chamada de propostas está publicada em: www.fapesp.br/11377.  

Agência Fapesp


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114