» mais
Comentar           Imprimir
Pesquisa/Tecnologia
Domingo, 12 de novembro de 2017, 19h18

Como impedir que sites 'sequestrem' seu PC para minerar Bitcoins


Não foi só o Pirate Bay. Tem crescido o número de sites, inclusive brasileiros, pegos usando os computadores de seus usuários para minerar criptomoedas, mais especificamente a Monero (como no caso do site do Governo de SP) sem a permissão das pessoas.

Apesar de verificada ainda em pequena escala, a prática gera preocupação. Afinal de contas, a mineração de criptomoedas é um processo pesado que usa muitos recursos do computador e pode causar travamentos da máquina. O fato de o sistema ser ativado sem permissão serve como um problema extra.

A prática pode ter usos legítimos. Ela pode substituir anúncios altamente intrusivos para gerar renda para as páginas, e o uso da CPU pode ser limitado a um patamar aceitável. O ideal seria que os usuários fossem alertados e dessem permissão para que seu computador fosse usado dessa forma. No entanto, na maior parte dos casos, não há qualquer aviso, e a única forma de perceber é entrando no gerenciador de tarefas do PC e reparando que o uso do processador está muito acima do normal, o que configura uma prática maliciosa.

Felizmente, existe uma solução. O sistema utilizado pela maioria dos sites, incluindo o código injetado no portal Cidadão SP do governo de São Paulo, se chama Coinhive. Ele faz a mineração de criptomoedas utilizando uma ferramenta em JavaScript. Sabendo disso, o programador suíço Rafael Keramidas encontrou um jeito de impedir que esse script entrasse em funcionamento com uma simples extensão de navegador chamada No Coin, que pode ser baixada neste link.

O sistema funciona praticamente como um bloqueador de anúncios, mas para mineradores de criptomoedas, bloqueando domínios associados à prática. Ao entrar em algum site que tente utilizar a ferramenta da Coinhive, a extensão para Chrome faz sua tarefa e impede que os recursos do seu computador sejam “sequestrados” para essa função.

A extensão funciona como prometido. O site da Coinhive oferece uma demonstração de como seu sistema funciona; bastou ligá-lo para ver o uso da CPU do meu computador disparando, com o Chrome sendo o maior vilão. Com a extensão instalada, no entanto, a ferramenta não funcionou.

Por enquanto, não são muitos os sites populares que se valem da prática de usar o PC dos usuários para minerar criptomoedas, mas vale se precaver com esse tipo de prática antes que ela se torne padrão.

 

Olhar Digital


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114