» mais
Comentar           Imprimir
Pesquisa/Tecnologia
Domingo, 08 de julho de 2018, 16h15

Homem pode voltar à Lua até 2023 com ajuda do CEO da Amazon


Há quase 50 anos, o homem pisava pela primeira vez na Lua. Depois desse feito, nenhum ser humano pisou em solo lunar novamente, mas isso pode mudar em 2023. Conforme relata o Business Insider e o Express, a Blue Origin, empresa do CEO da Amazon, Jeff Bezos, pretende enviar uma nave tripulada para a Lua nos próximos cinco anos.

A.C. Charania, diretor de desenvolvimento da companhia, afirma que o programa é importante para a exploração lunar e futuros assentamentos humanos no satélite terrestre. Além disso, a Blue Origin espera conseguir parcerias com organizações como a NASA, a fim de continuar pousando na Lua com "cargas maiores”.

No ano passado, Bezos apresentou seus planos de colonização da Lua durante um evento no Seattle Museum of Flight. O executivo defende que é possível desenvolver colônias lunares nos polos da Lua, onde a luz do Sol não atinge algumas crateras de gelo. “Chamamos o programa Blue Moon e temos uma arquitetura e algumas tecnologias que nos permitirão pousar grandes quantidades de cargas na superfície da Lua, o que poderia ser necessário se você quisesse construir um assentamento permanente ali”, afirmou na época.

Em abril, a Blue Origin completou com sucesso o lançamento e reentrada com um foguete reutilizável, sendo que esse foi o oitavo voo de teste do seu foguete New Shepherd. A companhia também está se preparando para explorar a possibilidade de turismo espacial e espera começar a vender ingressos até 2019.

Olhar Digital


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114