» mais
Comentar           Imprimir
Pesquisa/Tecnologia
Sexta, 14 de junho de 2019, 00h35

Paraná recebe primeira edição do Fórum Regional de Inovação Agropecuária


O 1º Fórum Regional de Inovação Agropecuária, promovido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), foi realizado na última terça-feira (11), em Carambeí (PR). Para o secretário de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, Fernando Silveira Camargo, o evento foi um sucesso, especialmente pela qualidade das discussões.

.

“As discussões foram extremamente produtivas, a audiência que participou era seleta, formada por produtores rurais da região e jovens, que têm o tema de inovação no agro na veia”, diz Camargo.

Esse foi o primeiro de diversos fóruns regionais que serão realizados ao longo do ano em todas as regiões do país, com o objetivo de propor pautas para favorecer a prática da inovação no campo e a imagem do Brasil como agregador da produção. Essas pautas serão reunidas e discutidas em um fórum nacional que acontecerá em Brasília no ano que vem.

O evento teve três painéis, com os temas: Diretrizes para promover o ambiente regional de inovação; Demandas regionais de inovação para a Agropecuária e Desafios e oportunidades para desenvolver e implantar inovações na Agropecuária regional. Após cada painel, foi realizado um trabalho em grupo com os participantes para debater os pontos abordados. “Isso foi feito para identificar se o ambiente institucional é adequado para ter um processo de inovação. Foi ótimo sob todos os aspectos e será repetido nos outros fóruns”, diz o secretário.

O objetivo do evento foi identificar as dificuldades e oportunidades para promover a melhoria do ambiente de inovação nas diversas regiões brasileiras. Atualmente, cerca de 67% das propriedades agrícolas do país usam algum tipo de tecnologia, seja na área de gestão dos negócios ou nas atividades de cultivo e colheita da produção.

Paineis

O primeiro painel do evento foi mediado pelo secretário Fernando Silveira Camargo, com o tema “Diretrizes para promover o ambiente regional de inovação”. O conselheiro agrícola da Embaixada do Reino dos Países Baixos, Bert Rikken, abriu o painel e apresentou o ecossistema holandês de inovação no agronegócio.

Já o gerente de Inovação do Sistema Fiep (Federação da Indústrias do Estado do Paraná), Filipe Cassapo, falou sobre os ecossistemas de inovação criados pela entidade e os desafios de, com o auxílio da tecnologia, aliar produtividade e responsabilidade. “Por isso é tão importante fomentarmos cada vez mais o ambiente de inovação tecnológica, com incentivo às startups, investimento em pesquisa e big data, os estudos do futuro”, comentou Cassapo.

O diretor de Operações do Sebrae-PR, Julio Cezar Agostini, apresentou o cenário de inovação na cidade de Ponta Grossa, que conta com mais de 340 “agentes inovadores”, incluindo instituições, empresas inovadoras e startups. O pró-reitor de Relações Empresariais e Comunitárias da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Douglas Renaux, destacou as universidades como ambientes promotores de inovação.

No segundo painel do Fórum, intitulado “Demandas regionais de inovação para a agropecuária”, Nelson Costa, superintendente de inovação do Sistema Ocepar (Organização das Cooperativas do Paraná), apresentou o Programa de Inovação criado pela entidade a fim de incentivar projetos inovadores dentro das próprias cooperativas. Criado no primeiro semestre de 2018, o programa já conta com soluções efetivas nas áreas de crédito, saúde e agronegócio.

O superintendente da Frísia Cooperativa Agroindustrial, Emerson Moura, pontuou as principais demandas dos produtores rurais brasileiros, como o acesso à informação e maior conectividade no campo, a gestão integrada da propriedade e o acesso a uma linha de crédito voltada exclusivamente para inovação, ressaltando o cenário das mudanças climáticas. “Nesse contexto de restrição de recursos naturais, elevar a produtividade sem expandir a área de produção será uma demanda cada vez mais frequente e, para isso, precisamos de investimento e incentivo”, ressaltou.

Já o chefe-adjunto de Pesquisa da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Sergio Gaiad, focou nos obstáculos enfrentados pelo setor, passando pela dificuldade de aproximação com o setor produtivo e de financiamento nesse campo. O diretor geral do campus de Pato Branco da UTFPR, Idemir Citadin, destacou as ferramentas de inovação da instituição e como elas têm atendido às demandas do agronegócio no sudoeste do Estado.

O terceiro painel do evento, mediado pelo coordenador-geral de articulação para inovação da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do Mapa, Benedito João Gai Neto, debateu os "Desafios e oportunidades para desenvolver e implantar inovações na agropecuária regional". 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114