Cuiabá | MT 06/12/2021
Pesquisa/Tecnologia
Domingo, 09 de maio de 2021, 18h57

Covid-19: crianças e adolescentes podem apresentar sintomas com longa duração, diz médico


.

Um estudo em andamento feito pela National Institutes of Health está avaliando as consequências a longo prazo em crianças que foram infectadas pela Covid-19. Segundo a pesquisa, assim como adultos, elas também podem permanecer muitas semanas, ou até meses, com sintomas do coronavírus.

Embora a maioria das crianças com infecção pela Covid-19 tenham sintomas leves, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos afirmam que qualquer pessoa que já teve a doença, mesmo com sintomas leves ou inexistentes, pode ter efeitos derivados de longo prazo.

“Este conceito de Covid-19 longo refere-se a um subgrupo de pessoas que contraem a infecção por Covid-19 que, em vez de se recuperarem dentro de algumas semanas após a infecção, apresentam sintomas geralmente por semanas ou meses depois “, explica o Dr. Nipunie Rajapakse, médico pediátrico de doenças infecciosas da Mayo Clinic.

“Isso não acontece com todos”, ressalta o médico. “Mas agora está bem descrito em algumas pessoas que desenvolvem esta infecção. E estamos tentando entender por que isso acontece com algumas pessoas e não com todos. Certamente é bem descrito em adultos, e agora estamos ouvindo sobre casos em crianças. O grupo de adolescentes parece ser o mais impactado”, disse Rajapakse.

Ainda segundo o especialista, muitos estudos estão sendo feitos para tentar identificar esses pacientes e tentar ajudá-los. Alguns dos sintomas a longo prazo já identificados podem incluir:

  • Cansaço ou fadiga;
  • Dificuldade em pensar ou se concentrar (às vezes chamada de “névoa do cérebro”);
  • Dor de cabeça;
  • Perda de cheiro ou sabor;
  • Tontura estando em pé.

De acordo com o médico, “os pacientes que apresentam esses sintomas parecem ter muita dificuldade para voltar ao nível anterior de funcionamento – voltar para a escola ou trabalho, por exemplo.

“As pessoas estão descrevendo uma variedade de sintomas diferentes, como fadiga profunda, dores musculares, dores, dor de garganta, febres, dificuldades respiratórias, e cada pessoa tem quase um tipo único de constelação desses sintomas. E eles podem durar vários períodos e ser de gravidade variável”, completa.

Devido os médicos ainda não saberem o porquê ou a frequência em que algumas pessoas apresentam sintomas de longa duração, a existência da condição torna importante uma avaliação médica completa para garantir que não haja outro problema causando os sintomas, como doenças crônicas, por exemplo.

Com estudos ainda em desenvolvimento, Rajapakse diz que existem “dúvidas se esses sintomas estão surgindo por causa do impacto do próprio vírus em certos sistemas de órgãos ou se isso é mais um impacto do sistema imunológico e como ele respondeu à infecção”. Em todo caso, o foco inicial para a pesquisa é identificar pacientes nestas condições e oferecer ajuda médica, ao mesmo tempo que tentam assim entender a causa do problema.

OlharDigital  




Busca



Enquete

Com Emanuel afastado, o vice Stopa traz recursos do governo Mauro. O que você acha?

Com Stopa Cuiabá só tem a ganhar
Emanuel fazia birra e Cuiabá perdia
Mauro poderá fazer muito mais por Cuiabá com Stopa
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114