Cuiabá | MT 17/10/2021
Pesquisa/Tecnologia
Sexta, 08 de outubro de 2021, 15h09

TIM Brasil, Ericsson e Qualcomm testam o 5G Standalone com os novos Motorola


- Rede TIM em São Paulo foi utilizada para os testes dos Recursos de Agregação de Portadoras sub-6 GHz 5G em modo Standalone;
Recurso permite melhorar o desempenho da rede em 5G, resultando em maior capacidade, cobertura e melhor experiência para o usuário;

- Os testes foram realizados com infraestrutura Ericsson e smartphones Motorola equipados com a plataforma móvel 5G Snapdragon e Snapdragon 5G Modem-RF Systems.

Rio de Janeiro – A TIM Brasil, a Ericsson, a Motorola e a Qualcomm Technologies, Inc. anunciaram hoje mais um marco significativo para o futuro do 5G no Brasil e na América Latina, confirmando o suporte ao recurso Ericsson Carrier Aggregation (CA)* de rádio 5G entre as bandas FDD e TDD** no modo Standalone. Os smartphones Motorola Edge 20 e Motorola Edge 20 pro equipados com Snapdragon® ™ 778G e 870 5G Mobile Platforms com Snapdragon X53 e X55 5G Modem-RF Systems, respectivamente, suportam o recurso 5G CA NR (Carrier Aggregation New Radio) em 5G Standalone e já estão disponíveis comercialmente no portfólio da TIM. Desta forma, operadoras têm a possibilidade de aumentar o desempenho do 5G utilizando diversos ativos de espectro, melhorando a capacidade e a performance de rede. O recurso poderá ser ativado comercialmente pela TIM após o processo licitatório do espectro 5G pela Anatel estar finalizado.

O 5G CA amplia a cobertura de bandas TDD sub-6 GHz. O 5G CA também ajuda a melhorar as velocidades e a confiabilidade do 5G em condições de rádio desafiadoras – vital para as operadoras que desejam atender às demandas cada vez maiores de serviços e aplicativos com alto consumo de dados, permitindo que os consumidores tenham uma excelente experiência de streaming de vídeos e downloads mais rápidos.

Este avanço significativo ressalta o progresso e o compromisso das empresas com o futuro do 5G na região, com adição de novas bandas através do processo da Anatel previsto para os próximos meses, e que resultará em maior capacidade e cobertura, proporcionando experiência incomparável aos usuários.

A agregação de portadoras 5G sub-6 GHz dá às operadoras a possibilidade de aumentar o desempenho do 5G usando seus diversos ativos de espectro, permitindo-lhes melhorar a capacidade e o desempenho da rede, à medida que o 5G CA expande a cobertura das bandas sub-6 GHz TDD. A agregação 5G CA também ajuda a melhorar as velocidades 5G e a confiabilidade em condições de rádio desafiadoras - vital para operadoras que procuram atender às demandas crescentes de serviço e aplicativos de alto consumo de dados, permitindo aos consumidores ter uma ótima experiência de streaming de vídeo e downloads mais rápidos.

A conexão de dados 5G NR CA SA foi estabelecida na rede comercial da TIM associada à sua rede experimental em 3,5 GHz, agregando espectro não contíguo nas bandas de 700 MHz (n28) e 3,5 GHz (n78), usando licença temporária de uso de espectro fornecida pela Anatel ) O desempenho do 5G NR CA foi concluído usando a infraestrutura 5G SA RAN da Ericsson, smartphones Motorola com Snapdragon 778G e 870 5G Mobile Platforms com Snapdragon X53 e X55 5G Modem-RF Systems.

A agregação de portadoras 5G sub-6 GHz dá às operadoras a possibilidade de aumentar o desempenho do 5G usando seus diversos ativos de espectro, permitindo-lhes melhorar a capacidade e o desempenho da rede, à medida que o CA 5G expande a cobertura das bandas sub-6 GHz TDD.

Os testes registraram resultados impressionantes de aumento da cobertura da banda n78 em relação ao n78 sem agregação. Além dos ganhos de cobertura, o 5G CA também permitiu que taxas de dados acima de 1,1 Gbps fossem atingidas.

Os consumidores que adquirem os smartphones da Motorola (Motorola Edge 20 e Motorola Edge 20 pro) terão um equipamento que poderá ser atualizado via OTA (atualização de software over the air) para permitir o funcionamento do recurso CA NR em 5G SA, proporcionando uma experiência ainda mais rica na futura rede 5G da TIM.

Leonardo Capdeville, CTIO da TIM Brasil diz: "A TIM mais uma vez demonstra o compromisso com seus clientes e com o mercado brasileiro, investindo hoje em novas tecnologias que beneficiarão os usuários amanhã. O teste com o 5G CA em diferentes espectros nos permitirá equilibrar a capacidade com cobertura buscando assim o melhor da tecnologia 5G. Estamos entusiasmados com os benefícios que 5G CA pode trazer tanto para os clientes quanto para o ecossistema e contamos com os parceiros para oferecer uma rede 5G ainda melhor.”

Luiz Antonio Tavares, Vice-Presidente de Negócios da Ericsson Brasil, diz: "Esta conquista de agregação de portadoras 5G NR CA é um passo importante para liberar todo o potencial do 5G. Nossa arquitetura 5G confiável, segura e flexível permitirá a TIM desenvolver e oferecer casos de uso inovadores, impulsionando a transformação digital no Brasil com apoio de nosso fantástico ecossistema de parceiros. Temos muito orgulho de liderar a jornada rumo ao 5G e de ser o parceiro de rede móvel da TIM, impulsionando a evolução da conectividade móvel no Brasil e na América Latina."

Eduardo Sanchez, diretor de Vendas da Motorola Brasil, diz: “A Motorola foi pioneira no lançamento do primeiro smartphone 5G DSS no Brasil, o motorola edge em Julho/2020. Dando continuidade a este compromisso com o mercado e com a tecnologia 5G e todos os benefícios que ela traz aos consumidores, a Motorola já lançou outros 9 smartphones com suporte ao 5G. Em mais um movimento pioneiro, trazemos ao mercado os modelos motorola edge 20 e motorola edge 20 pro que além de funcionarem em 5G DSS, estão prontos para funcionar no 5G da TIM, suportando inclusive recursos avançados como a agregação de portadoras 5G. Agradecemos a parceria com a TIM, Ericsson e Qualcomm Technologies e principalmente agradecemos aos consumidores, clientes da Motorola e reforçamos nosso compromisso em oferecer produtos de alta tecnologia e qualidade, hoje e no futuro.”

Fiore Mangone, Senior Director of Business Development da QUALCOMM Serviços de Telecomunicações Ltda., diz: “Este é um marco significativo no que chamamos de “caminho do 5G”. Uma vez que a TIM habilite a capacidade de agregação de portadoras 5G, os clientes da TIM e Motorola, proprietários dos modelos Moto EDGE 20 e Moto EDGE 20, que contam com as plataformas móveis Snapdragon 5G e os sistemas Modems-RF Snapdragon ™ RF 5G, já tem em mãos um produto preparado para funcionar no estado da arte da tecnologia 5G. A agregação de portadoras é um recurso importante na evolução das redes 5G para melhorar a capacidade do sistema, aumentar a confiabilidade em condições de sinal fracas e fornecer velocidades de pico mais altas – melhorando a experiência dos usuários em aplicativos existentes e permitindo novos casos de uso no futuro. A Qualcomm continuará trabalhando para explorar todo o potencial da tecnologia 5G e trazer experiências 5G de forma pioneira aos consumidores brasileiros.”




Busca



Enquete

Quem é o mais culpado pela não conclusão do VLT em Cuiabá?

Mauro Mendes quando prefeito de Cuiabá 2013/2017?
Emanuel Pinheiro quando deputado estadual 2010/2014?
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114