» mais
Comentar           Imprimir
Política MT
Segunda, 15 de maio de 2017, 21h34

Oscar Bezerra propõe criação do Selo de Origem e Qualidade


O deputado Oscar Bezerra (PSB) apresentou o Projeto de Lei nº 7/2017, que cria o Selo de Origem e Qualidade (SOQ) para os produtos de origem animal e vegetal originários das agroindústrias familiares, de pequeno porte e artesanal e autoriza sua comercialização para todos os municípios mato-grossenses.

“As agroindústrias familiares colaboram para o incremento na arrecadação de impostos, especialmente nos municípios onde os recursos são escassos e vindos fundamentalmente de contribuições estaduais e federais. Diante disso, o comércio local se fortalecerá e será beneficiado com o aumento de postos de trabalho e de renda”, afirmou o parlamentar.

O Selo de Origem e Qualidade e a comercialização dos produtos de origem animal e vegetal integrarão o Serviço de Inspeção Sanitária do Estado e, também, a Coordenadoria de Defesa Agropecuária.

Outro dado importante lembrado por Bezerra está direcionado à higiene. “A inspeção sanitária para o recebimento do Selo terá regulamentação própria, que respeitará as especificidades econômicas e sociais da categoria e o porte das agroindústrias familiares, artesanais e de pequeno porte”, avaliou o deputado.

Ele disse também que o SOQ tem por objetivos garantir a integridade e a qualidade dos produtos oriundos de agroindústrias familiares, de pequeno porte e artesanais; ampliar a geração de trabalho e renda nas propriedades familiares e de pequeno porte; e melhorar a renda dos municípios com base econômica agropecuária.

“O projeto vai proporcionar a criação de marcas regionais para os produtos das agroindústrias familiares de um determinado território, informando aos consumidores não só a origem, mas a garantia da qualidade e sanidade dos produtos”, ressaltou ele.

Bezerra lembra ainda que a criação de um diferencial de comercialização, proporcionada pelo Selo do Produto da Agroindústria Familiar, deixará as agroindústrias em menor desigualdade com relação aos grandes empreendimentos desse setor.

“A iniciativa garante a participação das organizações dos agricultores familiares, de representantes dos empreendimentos de pequeno porte e artesanais, nos espaços de discussão e definição das normas e regulamentações da certificação”, apontou o deputado.

Segundo a Secretaria de Serviços Legislativos, o projeto de lei foi lido no dia 7/2 e encontra-se atualmente, desde o dia 23/3, na Comissão de Agropecuária, Desenvolvimento Florestal e Agrário e Regularização Fundiária para apreciação e análise técnica. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A retomada das obras do VLT pode ser:

Palanque político para 2018
Mais uma balela sem fim
Confio na solução do problema
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114