» mais
Comentar           Imprimir
Política MT
Terça, 10 de outubro de 2017, 16h59

Governo garante pagamento de taxas e revalidação de habilitações de pilotos


.

O governador Pedro Taques assinou, na manhã desta terça-feira (10.01), a lei que garantirá o pagamento das taxas de emissão e revalidação das habilitações técnicas e os certificados médicos aeronáuticos dos pilotos do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Os documentos são uma exigência da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e devem ser renovados anualmente. “Todos os anos somos submetidos a revalidação da habilitação e uma bateria de exames para saber se o piloto está em condições de conceder o voo da aeronave”, disse o coordenador do Ciopaer, tenente-coronel PM Juliano Chiroli.

De acordo com o documento, o pagamento das taxas será efetuado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e as despesas resultantes da lei correrão à conta das dotações orçamentárias consignadas à Sesp. Segundo o coordenador da unidade, os documentos custam, em média, de R$ 1 mil a R$ 1,5 mil por profissional, dependendo do número de habilitações que cada piloto possui.

Chiroli destacou ainda que a lei era uma reivindicação antiga dos pilotos e tripulantes que atuam nas atividades aéreas policiais do Estado. “Atualmente, os próprios profissionais que custeiam as despesas. Este momento é histórico para o Ciopaer, pois o governador sancionou a lei no sentido que o Estado indenize os profissionais com os custeios”, disse o coordenador.

Para o secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, a assinatura foi o reconhecimento do Governo do Estado a quem trabalha diariamente em prol da sociedade. “Os profissionais servem por diversas ocasiões ao Estado, seja salvando vidas ou atuando nas operações policiais. Então isto é o reconhecimento do governo a quem trabalha diariamente em prol da sociedade”.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114