» mais
Comentar           Imprimir
Política MT
Segunda, 05 de fevereiro de 2018, 15h45

Barranco discute dificuldades e planejamento da agricultura familiar para 2018


O deputado estadual Valdir Barranco (PT) participou no último sábado (3), da abertura da 1ª Feira de Produtos da Agricultura Familiar do Assentamento Carimã, em Rondonópolis, que reúne cerca de 100 famílias. Barranco conversou com produtores sobre as dificuldades e expectativas do setor para o ano de 2018.

“Sabemos que este setor sofre muito com a falta de políticas públicas e de incentivos por parte do Estado. Na Assembleia, luto diuturnamente para reverter este quadro. Desde o ano passado, tenho buscado medidas junto à SEAF e ao Banco do Brasil para facilitar o acesso ao crédito, como por exemplo, a derrubada da necessidade da APFs para que os produtores possam financiar a produção. Aliás, uma imposição deste governo que ai está e que não ocorre em outros estados. Está difícil, mas não vou desistir”, explicou o deputado.

Barranco também falou sobre o desbloqueio dos produtores junto ao TCU (Tribunal de Contas da União), o que tem tornado vários deles inaptos ao recebimento de títulos da reforma agrária. Segundo ele, “a questão já está sendo resolvida e o Incra já está recadastrando várias famílias”.

“Esta decisão do TCU atrapalhou a vida de centenas de agricultores familiares. O Tribunal entendeu que eles não poderiam atuar em empregos formais ou cargos públicos e ao mesmo tempo serem clientes da reforma agrária (Incra). Ora, não podemos impedir ninguém de crescer. Qualquer pessoa tem o direito disputar eleições, trabalhar formalmente ou assumir um emprego público caso passe no concurso, independentemente de ser assentado. Distorções assim, previstas em lei, mas discutíveis, estão sendo resolvidas. Já conseguimos desbloquear muitas famílias e vamos continuar trabalhando”, explicou o deputado.

PGE - Na última sexta-feira (2), Barranco esteve na Procuradoria Geral do Estado acompanhando trabalhadores que reivindicam a posse de duas fazendas no município de Cáceres. Terras, segundo o deputado, “irregularmente tituladas em favor da massa falida das Fazendas Reunidas Boi Gordo.”

“Desde 2013, quando ainda era superintendente do Incra, venho lutando para que estas terras voltem para a União e sejam repassadas às 152 famílias que à época foram expulsas pela justiça. Há indícios, de que estas fazendas foram irregularmente legalizadas pelo Intermat. Desde então, venho trabalhando para reverter este quadro. Agora, o Estado decidiu que não tem interesse na área e que as mesmas voltarão à União para fins de reforma agrária. Não vou descansar até que tudo se resolva!”, concluiu Valdir Barranco.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114