» mais
Comentar           Imprimir
Política MT
Sexta, 09 de fevereiro de 2018, 20h34

Metas para Educação de Várzea Grande resultam em melhorias e prêmios para as escolas


.

A Escola Municipal de Educação Básica "Emanuel Benedito de Arruda", localizada no bairro Santa Maria, em Várzea Grande, venceu a edição 2017 do Prêmio de Gestão Escolar promovido pelo Ministério da Educação (MEC), União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). A escola concorreu com outras 40 unidades públicas do ensino regular de educação básica de Mato Grosso e acabou sendo vencedora, não só no Estado, mas também a nível nacional. Esse é um dos casos positivos ocorridos na política pública de Educação de Várzea Grande e foi alcançado graças ao Planejamento Estratégico municipal, realizado e implantado a partir de 2014 em parceria com o Programa de Desenvolvimento Institucional Integrado – PDI do Tribunal de Contas de Mato Grosso. Os resultados referentes ao cumprimento de metas estabelecidas para 2017 foram apresentados ao TCE na terça-feira, dia 6 de fevereiro.

Com a presença de secretários municipais, conselheiros de políticas públicas, servidores, vereadores e do coordenador do Projeto 1 do PDI, José Marcelo Peres, foram apresentados os principais êxitos alcançados em 2017 nas áreas de Educação, Assistência Social, Cidades e Gestão Financeira. Programado para iniciar a execução das metas do planejamento em 2014, pela primeira vez Varzea Grande conseguiu demonstrar ter dados positivos quanto às suas ações. "No ano passado foi feito um monitoramento das ações que agora são executadas em sincronia com todas as secretarias. Houve comprometimento de toda a equipe da prefeitura aliada aos conselhos de políticas públicas e tendo a consultoria permanente do PDI do TCE-MT. O resultado finalmente aparece e é mais positivo do que negativo", comentou José Marcelo.

Na Educação, o município tem muito a comemorar. Por meio das indicações de prioridades elancadas no Planejamento Estratégico, a Secretaria Municipal de Educação implantou simulados semestrais em todas as escolas, com intuito de conhecer mais sobre o perfil dos alunos que entram e dos que estão saindo da rede escolar. Das três escolas municipais de tempo ampliado (alunos entram às 7 horas e saem às 15h30) já existentes em 2016, mais 10 escolas da rede estão com alunos em tempo integral, local onde passaram a ter três refeições diárias. Três delas estão situadas na zona rural e todas elas garantem oficinas de dança e música. Ainda foram construídas mais duas escolas na cidade e ampliado o número de atendimentos na alfabetização de adultos. "Foi um salto real na qualidade do ensino que era a principal meta do Planejamento Estratégico para a Educação aliado a uma simetria que fizemos com o Plano Plurianual – PPA 2017. Fórmula que deu certo", diz a gerente de Programas e Projetos da Educação, Benedita Ponce. Além do prêmio nacional de Gestão Escolar alcançado pela Escola "Emanuel Benedito de Arruda", várias escolas foram premiadas pelo projeto "Onde há Educação corrupção não tem vez", do Ministério Público Estadual.

A merenda escolar do município também foi destaque nacional em 2017. Foi implantado o programa da Organização Não Governamental Internacional de Alimentação Consciente Brasil, para atender a merenda escolar servida aos 27 mil alunos matriculados nas escolas e creches municipais. O programa também objetiva reduzir os impactos ambientais ao oferecer aos alunos da rede pública de ensino refeições mais saudáveis, compradas da agricultura familiar. O cardápio diferenciado é elaborado por nutricionistas e prima pela necessidade da reposição de calorias e nutrientes necessários para o adequado desenvolvimento físico e intelectual do estudante.

Na área de cidades, o PDI foi primordial para a realização de obras em mais de 50 bairros de Várzea Grande. Conforme planejado, foram feitos 300 quilômetros de recapecamento nas ruas e com a compra de novos equipamentos, 74% de ruas não asfaltadas foram integradas à cidade com obras de asfaltamento. "Isso só foi possível porque foi muito bem planejado", conta o superintendente da Secretaria Municipal de Obras, Waldisnei Moreno Costa.

Na assistência social, foram ampliados os serviços prestados nos Centros de Referência de Assistência Social – CRAS, que atendem pessoas em vulnerabilidade social, como também no atendimento às famílias carentes. Durante a apresentação dos resultados de 2017, o coordenador do Projeto I do PDI do TCE-MT, José Marcelo, pediu que mais reuniões com o secreatariado fossem realizadas para troca de informações e experiências. "Quanto mais sintonia e esforços na tomada de decisões, mais acertadas elas serão", finalizou. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114