» mais
Comentar           Imprimir
Política MT
Quinta, 12 de abril de 2018, 17h52

Nininho cobra a regulamentação da nova lei do Susaf


Na sessão ordinária de quarta-feira (11), o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, apresentou requerimento cobrando informações à Superintendência da Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários, sobre a regulamentação da lei nº 10.502, de 18 de janeiro de 2017, que dispõe sobre o Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial, Familiar e de Pequeno Corte (SUSAF-MT).

Segundo o parlamentar que tem recebido várias reclamações por parte da Agroindústria Familiar, a lei já foi publicada em diário oficial, faltando apenas regulamentação.

“A nova lei do Susaf é um avanço para os produtores da Agroindústria Familiar e de Pequeno Porte, mas para que tenha validade é preciso que seja regulamentada. Estamos falando de um segmento que é responsável pela produção de mais de 50% dos alimentos da agroindústria em nosso Estado. Com a regulamentação desta da Lei, as famílias registradas nos Serviços de Inspeção Municipal poderão comercializar seus produtos em todo território mato-grossense”, ratificou Nininho.

Conforme a justificativa apresentada em plenário pelo deputado, o referido artigo prevê que a lei será regulamentada em conformidade com a Emenda Constitucional nº19, de 12 de dezembro de 2001, e entra em vigor na data de sua publicação. Já em conformidade com a Emenda constitucional nº 19, de 12 de dezembro de 2001 diz que “As leis sancionadas e promulgadas serão obrigatoriamente regulamentadas no prazo máximo de 90 (noventa) dias, contados da data de sua publicação, importando em crime de responsabilidade o descumprimento deste dispositivo”.

“Nós vamos aguardar a resposta da Superintendência, que tem, conforme o regimento interno, 30 dias para responder o requerimento que apresentamos, mas esperamos que sejamos atendidos o quanto antes, até porque, estamos tratando de famílias que têm uma contribuição muito importante tanto para produção de alimentos quanto para a economia do nosso Estado”, pontuou o parlamentar.

Alguns pontos da nova lei

Criação de uma Gerência Interinstitucional na Seaf, composta por Servidores do Indea, Sema, Seaf e SES, com prazo de 30 dias pós publicação

Agilidade e diferenciação nos trâmites e processos dos produtos de pequena escala em relação aos de grandes indústrias

Incentivo para fomento dos consórcios, facilitando o processo de adesão ao SUSAF

Implementação e consolidação da Vigilância Sanitária nos municípios

Instituição das Boas Práticas de Fabricação, como um dos pilares de procedimentos a serem adotados pelos municípios

Definição de prazo máximo de 60 dias para emissão do parecer autorizativo

Licenciamento ambiental passa a ser realizado pelos órgãos municipais de meio ambiente, de forma simplificada à agroindústria Familiar e de Pequeno Porte, que se enquadrarem nos limites de produção estabelecidos na tabela anexa a lei

Isenção de taxas e tributos fiscais e ambientais por parte do Estado

Facilitação do acesso aos Mercados de compras públicas

 

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114