» mais
Comentar           Imprimir
Política MT
Quarta, 04 de julho de 2018, 14h36

Desafetos, Antonio Joaquim e Taques unificam críticas a Silval Barbosa


 

.

Redação

Dois desafetos unificaram críticas ao ex-governador Silval Barbosa (PMDB) para se defenderem das acusações do político. Mesmo vivendo em situação antagônica politicamente, o conselheiro afastado do Tribunal de Contas de Mato Grosso, Antonio Joaquim e o governador Pedro Taques (PSDB) falaram a imprensa hoje quase que em linguagem orquestrada.

Os dois, por sinal, travam uma crise política por conta de embate político e jurídico a partir do momento que Pedro Taques não assinou a aposentadoria do então conselheiro, remetendo ao STF manifestação por conta de ações contra Antonio Joaquim. 

As ‘defesas’ foram veiculadas pela imprensa depois que Silval fez acusações a ambos. Sobre Antonio Joaquim a acusação é de que tenha recebido propina quando no cargo de Conselheiro e ainda por suposta lavagem de dinheiro na compra de uma fazenda em Nossa Senhora do Livramento.

Pela manhã no jornal da Rádio Capital, Antonio Joaquim disse que não tem que fazer delação alguma – como sugeriu Silval Barbosa, afirmando ainda que não é ladrão e chamou o ex-governador de gângster e fanfarrão. O conselheiro afastado diz ainda que é vitima de acusações pois por conta de denúncias não conseguiu se aposentar do cargo para concorrer a uma vaga em cargo político.

Por sua fez o governador Pedro Taques também enfrentou verbalmente Silval Barbosa que denunciou a existência de corrupção na atual administração do Estado em obras conquistadas em sua gestão e que estão sendo inauguradas nesse período pré-eleitoral.

Direto, Taques disse que Silval roubou um bilhão do Estado e quer continuar dando entrevista como um pop star – referindo-se aos espaços nos veículos de comunicação.

O governador ironizou a questão de Silval estar usando tornozeleira eletrônica e querer fazer críticas, desclassificando a afirmação do ex-governador quanto as obras inauguradas no atual governo terem sido conseguidas na gestão anterior.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114