» mais
Comentar           Imprimir
Política MT
Terça, 18 de setembro de 2018, 17h31

Leonardo defende a reeleição de Pedro e lembra que MT estava tomado pela corrupção


O líder do governo na Assembleia Legislativa e candidato a deputado federal, Doutor Leonardo (Solidariedade) defendeu na noite desta segunda-feira (17.09) a reeleição do governador Pedro Taques (PSDB). Em grande ato em Cuiabá, o deputado destacou que Taques pegou um Estado tomado pela corrupção e moralizou a máquina pública estadual.

Para Doutor Leonardo, o governo Taques fez o que foi necessário para estancar a sangria da corrupção deixada pela gestão anterior e, por isso, merece continuar. Em sua avaliação, no primeiro mandato, Taques teve ainda que planejar o futuro de Mato Grosso, "com coragem enfrentando os poderosos que até então mandavam em MT".

"Eu acredito no Pedro porque ela faz política para o social, pensando sempre nas pessoas e quer fazer a diferença. Desde aquele chamamento para enfrentar a batalha pela transformação eu estou com Pedro. Estar com Pedro Taques é estar ao lado do cidadão mato-grossense que sonha com um dia melhor, um dia feliz e quer um Estado diferente e nós vamos continuar juntos", destacou, lembrando que Pedro Taques foi um dos incentivadores de sua entrada na política.

A liderança do governo na Assembleia, de acordo com Leonardo, é uma missão importante. Entre as ações de relevância, ele destaca a CPI da Saúde que apurou que foram gastos R$ 200 milhões a mais com as Organizações Sociais, que hoje são investigados. Citou ainda a derrubada da lei que repassava 50% menos recursos para os municípios e a identificação da chamada "farra dos incentivos fiscais" concedidos no governo anterior.

O prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio, também acompanhou o ato pró-Pedro e Doutor Leonardo, destacando que Taques é um cuiabano, mas que Rondonópolis já fechou apoio ao governador. "Taques é daqui, é gente nossa, é humilde e o povo quer Pedro Taques para governador", disse.

Taques agradeceu o apoio recebido de Doutor Leonardo e destacou que a missão do grupo ainda não acabou. No segundo mandato, Taques quer fazer mais 100 escolas em tempo integral, aumentar o número de escolas militares, fazer 4 mil quilômetros de pavimentação, fazer novas escolas, aumentar as escolas técnicas e aumentar o efetivo da polícia. O governador destacou Mato Grosso também precisará de pessoas decentes na Câmara Federal e que Doutor Leonardo é sério, íntegro e capacitado para esse trabalho. "O Doutor Leonardo tem meu respeito, é um deputado experiente que bem representará Mato Grosso no Congresso Nacional", disse Pedro Taques.

O candidato ao Senado pela coligação Segue em Frente Mato Grosso, Nilson Leitão, destacou a lealdade do Solidariedade, na pessoa do presidente Zé Carlos do Pátio ao projeto de reeleição de Pedro Taques. Nilson lembrou que que Pedro Taques pegou a máquina andando e teve que agir como um mecânico, que precisou consertar a administração e, agora, entra num novo momento e por isso o governador merece a chance de continuar no comando do Palácio Paiaguás. "Temos que levar essa máquina pra frente na segurança, na saúde e na educação", concluiu.
 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai prefeito Emanuel foi flagrado no caso do paletó furado.
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114