» mais
Comentar           Imprimir
Política MT
Sexta, 11 de janeiro de 2019, 06h19

Sindicatos de Polícia Civil se reúnem com secretário de segurança


O pagamento do salário dos servidores, questões estruturais das delegacias, condições de trabalho dos policiais e o efetivo pautaram reunião entre diretores dos Sindicatos de Escrivães, Investigadores e Delegados de Polícia Civil (PJC) e o secretário de estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante. 

 

O secretário de estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante - à direita.


No encontro nesta quinta-feira, Bustamante pediu voto de confiança dos servidores ao governador Mauro Mendes, que já deu prazo para o pagamento dos salários e a opção pelo parcelamento era inevitável.

“Esse primeiro ano será mais difícil, mas o governo vai promover cortes nas despesas e buscar pagar os salários dentro do mês e este é um compromisso do governador. Acredito que em seis meses, após essas mudanças, o fluxo de caixa estará melhor”, disse o secretário de Segurança Pública.

Segundo o presidente do Sindicato dos Escrivães de Polícia (Sindepojuc), Davi Padilha Nogueira, as propostas por parte do secretário são consideradas boas para a PJC. “Tivemos uma ótima impressão das ideias do novo secretário. Acreditamos será ótimo trabalho a ser desenvolvido. Ele se comprometeu a dar seguimento a alguns trabalhos que já existiam como por exemplo a aposentadoria das mulheres, a etapa alimentação e o sobreaviso, além de outros”, explicou.

Para o presidente do Sindicato dos Delegados (Sindepo), Wagner Bassi Junior, as propostas tranquilizam os servidores. “Nós ouvimos todas as posições do secretário e vamos levá-las para a categoria no sentido de tranquilizá-la e demonstrar a vontade do governo em resolver os problemas”, disse.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Investigadores de Polícia (Sinpol), Edleusa Mesquita, a comunicação com o titular da pasta é essencial. “Esse diálogo com o secretário é fundamental para que a gente possa construir junto a resolução dos problemas da segurança pública. Todas as demandas que nós apresentamos aqui, ele recebeu de portas abertas”, destacou.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114