» mais
Comentar           Imprimir
Política MT
Terça, 12 de março de 2019, 10h54

Violência, mercado de trabalho e políticas públicas são debatidos em audiência na ALMT


Helder Faria

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) realizou mais um evento em alusão ao Dia Internacional da Mulher (8 de março) . Dessa vez, nessa segunda-feira (11), os participantes debateram o papel da mulher na sociedade atual. Requerida pelos deputados Valdir Barranco (PT) e Janaina Riva (MDB), a audiência pública reuniu importantes porta-vozes das pautas feministas e de defesa aos direitos das mulheres. Os deputados estaduais Wilson Santos (PSDB) e Dr. João (MDB) e a deputada federal Rosa Neide (PT) também participaram do evento.

Violência contra mulher, igualdade de gênero, mercado de trabalho, reforma da previdência e investimentos para promoção e desenvolvimento de políticas públicas permearam as falas durante a tarde de segunda. A deputada Janaina Riva explicou a necessidade de buscar recursos para implementação de medidas para cessar a violência contra a mulher.

“Mato Grosso é um dos estados mais machistas e com maiores índices de feminicídio. Precisamos de recursos para viabilizar projetos eficazes para coibir a violência e proteger as vítimas. Hoje, o estado não possui dinheiro para colocar viaturas nas ruas, então como vamos implantar a ‘Patrulha Maria da Penha’?”, questionou Janaina Riva.

Valdir Barranco destacou que os índices de violência avançam conforme a mulher conquista mais espaço na sociedade e que é preciso garantir que as leis sejam cumpridas para evitar que os crimes aconteçam. “As mulheres não se sentem protegidas. Não temos delegacias de mulheres de plantão nos finais de semana e feriados, que é justamente quando acontecem mais crimes”, destacou o deputado.

A delegada da Delegacia da Mulher de Cuiabá, Jozirlethe Magalhães Criveletto, fez um apelo aos parlamentares presentes para que sejam empenhados recursos para realização dos trabalhos de investigação e combate aos crimes contra as mulheres. “Precisamos criar núcleos de atendimentos em nove regiões do estado onde não existem delegacias. Eu poderia falar sobre os crimes, sobre políticas para combater a violência, mas infelizmente não temos um centavo para fazer os investimentos necessários”, afirmou a delegada.

A promotora de Justiça Lindinalva Rodrigues frisou que é preciso ir além da aplicação das leis e debater os aspectos culturais que colocam as mulheres em condições de submissão às vontades dos homens. “É preciso investir nas áreas sociais, de educação para que haja uma mudança de comportamento e retire a mulher da condição submissa”.

Para a líder das mulheres do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, Miraci Pereira da Silva, é preciso dar oportunidade para que as mulheres saiam das situações de vulnerabilidade. “A maior violência é tirar da mulher a oportunidade de se desenvolver”, declarou Miraci.

A juíza Amini Haddad, pesquisadora das questões de gênero e sobre a mulher, também participou da audiência e falou sobre processos presentes na sociedade que destrói as perspectiva de equidade entre homens e mulheres e chamou de violência estrutural as situações vivenciadas diariamente por elas. Para a juíza Jaqueline Cherulli, a justiça reconstrutiva precisa se fortalecer para encerrar a violência. “A prisão não muda o comportamento, temos que trabalhar junto com a sociedade para que a mudança aconteça”, declarou.

O deputado Wilson Santos defendeu políticas públicas especiais para reparar os “erros históricos” que colocaram a mulher em situação de desigualdade e inferior ao homem. “O Brasil tem uma dívida decorrente de um modelo de colonização patriarcal e machista e que permitiu que as mulheres sejam vítimas de violência e ainda as impedem de ocupar espaços na sociedade”.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114