» mais
Comentar           Imprimir
Política MT
Terça, 02 de abril de 2019, 16h34

Prefeito e governador pedem abertura de contas da Santa Casa


O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, e o governador do Estado, Mauro Mendes, solicitaram a abertura de contas da Santa Casa de Misericórdia na segunda-feira (1). Os gestores se reuniram com a diretoria da instituição, representantes do Ministério Público, deputados estaduais e vereadores no Palácio Paiaguás, onde foram discutidas soluções para retomada de atendimentos na entidade e pagamento de salário dos funcionários.

.

A Santa Casa está fechada desde o dia 11 de março. Diante da situação, a Prefeitura de Cuiabá realocou os pacientes urgentes e emergentes que estavam sendo atendidos ali para outros prestadores de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) da Capital, como os Hospitais de Câncer (HCan) e o Geral Universitário (HGU).

Durante o encontro, Pinheiro reforçou que Cuiabá está pronta para fazer sua parte e contribuir para a reabertura da unidade de saúde o mais breve possível. “É uma instituição importante para a saúde pública, temos que nos unir porque o município sozinho não dá conta. Estamos todos preocupados e prontos para fazer cada um a sua parte, para reabrir e colocá-la em pleno funcionamento”, disse.

De acordo com ele, para que isso aconteça, é preciso que a Santa Casa assuma dois compromissos com os participantes da reunião. O primeiro é o de abrir definitivamente e de forma transparente suas contas. O segundo é apresentar um plano de ações para o seu funcionamento a partir de agora, definindo quais serviços poderão ser prestados de forma a manter a instituição funcionando.

“Paralelo a isso tem a questão salarial dos trabalhadores, que nos angustia. A partir da abertura, vamos estudar uma maneira legal para podermos solucionar isso. É como o governador bem pontuou, precisamos saber o que aconteceu e de fato qual é a dívida. Não adianta falar um valor da boca pra fora. A sociedade tem o direito de saber, afinal, esta é uma instituição privada que conta com recursos públicos”, afirmou o prefeito.

Caso não haja transparência nesta prestação, qualquer ação fica inviabilizada, mesmo que os poderes estejam alinhados e dispostos a contribuir. “Eles tem que deixar o constrangimento de lado e abrir, e entender que a Santa Casa é um patrimônio do povo cuiabano.”

Pinheiro também destacou a união com o Governo do Estado em busca de uma solução para o problema. “Tudo por Cuiabá. Fomos muito bem recebidos, com muita cordialidade, muita responsabilidade na discussão. Estou ao lado do governador e, por Cuiabá, quero ajudá-lo a fazer um grande governo.”

Graças ao encontro, mediado pelo senador Jayme Campos, o prefeito afirma que os poderes estão preparados para discutir uma intervenção na Santa Casa, caso seja necessário. “Mediante essa mesa de negociação com todos os poderes, instituições e sociedade civil organizada, estamos preparados até para discutir uma intervenção se necessário. Isso jamais poderia acontecer de forma unilateral.”

Na ocasião ele também explicou que a gestão municipal não pode assumir um problema de administração interna do hospital. Isso porque já existem compromissos como a entrega de 100% do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC); a reforma do atual Pronto Socorro; entrega da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Verdão, prevista para este ano e lançamento da UPA Leblon. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114