» mais
Comentar           Imprimir
Política MT
Quarta, 03 de abril de 2019, 14h45

Avanços do Poder Judiciário serão feitos com indicações populares


Ouvir e depois falar é uma das premissas para qualquer bom relacionamento e é exatamente o que o Poder Judiciário começará a fazer mais uma vez. Em audiências públicas ouvirá a população e profissionais do Direito para formular suas políticas de investimento e crescimento para os próximos 4 anos. Esta foi uma das principais ações debatidas na confecção do Plano Plurianual 2020/2023.

.

“Com planejamento faremos um trabalho mais eficiente e mais adequado, que é o que todos esperam. É sempre bom ter o planejamento e devemos cumprir, do contrário teremos prejuízos à sociedade e é isso que o Poder Judiciário não quer”, ressaltou o desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, presidente do TJMT.

O coordenador de Planejamento do TJMT, Afonso Maciel, falou sobre a angústia gerada por uma nova economia mundial e a necessidade da liderança verdadeira e organizada em buscar bons resultados. “Essa sinalização de crescimento da receita próxima da inflação anual, em torno de 3 a 4%, é bem a quem da demanda, se levarmos em consideração que tivemos crescimento médio entre 8 e 10% ao ano. Também tivemos crescimento no custeio e manutenção do PJ. A conta não fecha, mas precisamos ser eficientes”.

De acordo com Afonso Maciel o planejamento é fundamental, ainda mais diante da escassez de recursos humanos e tecnológicos. “No primeiro ciclo conseguimos melhorar a estrutura dos nossos fóruns e nosso parque tecnológico. No segundo ciclo foi a vez da gestão de pessoas, na qualificação dos servidores e agora precisamos ouvir a sociedade mais uma vez. Vivemos um mundo de incertezas, mudanças a todo instante, sem um cenário claro. Por isso monitorar as ações e seguir o planejamento são essenciais. Estamos fazendo isso institucionalmente, o resultado é que estamos entre os mais eficientes e melhores Tribunais do Brasil”, concluiu o coordenador.

O corregedor-geral Luiz Ferreira citou a interligação em nosso Estado e a sistemática que vem sendo desenvolvida. “O Poder Judiciário vem preparando seu Planejamento Estratégico desde 2009. Estas reuniões têm o objetivo de formatar com todos envolvidos a maneira como vamos compilar os dados e iremos nos preparar para os próximos quatro anos. Ouviremos da própria população o que ela quer. O recurso financeiro é limitado e temos que gastá-lo com excelência. Hoje estamos com as 79 comarcas interligadas do ponto de vista da TI. Uma das necessidades apontadas pela população e operadores do Direito nas audiências públicas realizadas, ou seja, atacamos em primeiro plano o que nos indicaram. É fundamental que a população tenha em mente a importância dela e participe. Quem ganha é a sociedade. Queremos que o resultado do pedido consubstanciado em uma decisão tenha um tempo razoavelmente pequeno. É um dos objetivos desta administração”, apontou o corregedor.

A reunião para discutir o PPA foi realizada nesta segunda-feira (01/04), na Escola dos Servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso.

A primeira Audiência Pública será no dia 12 de Abril em Rondonópolis (distante 212 km ao sul). Ao todo as 11 comarcas polo terão audiências. Oportunidade para que os anseios da sociedade mato-grossense formem a base para a elaboração do Plano Plurianual 2020-2023 (PPA) e o novo ciclo do Planejamento Estratégico 2021-2026.

Além dos debates, a comunidade terá oportunidade de participar e conhecer sessões de conciliação e mediação, implementação de Círculos de Construção de Paz, doação de mudas de árvores, reconhecimento voluntários de paternidade, exames de DNA, emissão de Certidão de Quitação Eleitoral, cadastro único, isenção de IPTU, regularização e Alvarás, corte de cabelo e ações de saúde bucal entre outros, sem custo algum. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114