» mais
Comentar           Imprimir
Política MT
Sexta, 19 de abril de 2019, 06h27

Economia Legal: comarcas estão empenhadas na redução de despesas


.

Nessa semana, a Coordenadoria de Planejamento do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (Coplan-MT), divulgou a lista com as cinco comarcas mais bem ranqueadas no projeto Economia Legal. O dado divulgado faz parte de um esforço coletivo para a redução de recursos com energia elétrica, telefonia fixa, telefonia móvel, correspondência, impressão de papel e material de consumo. No final de cada ano, as comarcas que mais se destacaram são homenageadas com selos de reconhecimento nas categorias Diamante, Ouro, Prata e Bronze.

O resultado é parcial e engloba o período de aferição entre novembro de 2018 e março de 2019. A disputa segue até o mês de outubro de 2019, quando as comarcas vencedoras serão premiadas com selos de reconhecimento. Neste projeto de conscientização do consumo, cada uma das 79 comarcas e os departamentos do Tribunal de Justiça de Mato Grosso participam da disputa sustentável.

Vamos aos melhores resultados. Se a premiação fosse hoje, as comarcas mais bem ranqueadas e com maiores índices de economia foram: Água Boa (27%); São José do Rio Claro (26,99%), Ribeirão Cascalheira (22%); Alto Garças (21,28%); e Querência (20,56%).

As cinco comarcas conquistariam o Selo Ouro que representa uma economia de 15 a 29,99%. De acordo com a assessora da Coplan, Vera Lícia de Arimateia Silva, é importante frisar que a disputa só fechará os dados em novembro deste ano. “Essas comarcas são as mais bem ranqueadas no nosso sistema, mas isso não significa que elas já são ou receberam os selos de reconhecimento. Elas precisam ficar atentas e continuar a se empenhar na tarefa de economizar as despesas aferidas pelo projeto que são: energia elétrica, correspondência, telefonia move, telefonia fixa, impressão e resma de papel. Os dados são aferidos em comparação com o ano anterior”, pontuou Vera.

“Todas as 79 comarcas estão na disputa e ainda é tempo de melhorar o desempenho, visto que, a competição segue até outubro/2019. A entrega dos certificados de reconhecimento será realizada em dezembro no IV Encontro da Sustentabilidade”, revelou Vera Lícia.

Contabilizando o resultado das Top 5, a economia gerada no período foi de quase R$ 50 mil. A primeira colocada no ranking parcial, Água Boa, por exemplo, reduziu em 50% os gastos com material de consumo, 49% em telefonia fixa, 40% com correspondência, 12% de impressões e 0,8% em energia elétrica.

Já São José do Rio Claro conseguiu alcançar o percentual de economia de 67% em material de consumo; 33% em correspondência; 32% em telefonia fixa; 14% em energia elétrica. Nos demais quesitos a comarca teve acréscimo no valor consumido que foram 13% em impressões e 7% em telefonia móvel.

A terceira colocada, Ribeirão Cascalheira, obteve a redução de 83% com gastos em materiais de consumo; 77% em telefonia móvel; 42,7% em telefonia fixa; e 42,3% em Correio. Todavia aumentou seu consumo de energia elétrica em 21% e 39% o índice de impressões da comarca. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114