» mais
Comentar           Imprimir
Polícia
Sexta, 21 de abril de 2017, 09h37

Registros de mortes no trânsito reduzem 35% em Cuiabá e Várzea Grande


Foto por: Lenine Martins
.

Dados da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Segurança Pública (Sesp), apontam que, de janeiro a março deste ano foram registradas 24 ocorrências de mortes no trânsito em Cuiabá e Várzea Grande, enquanto que, no mesmo período do ano passado, as duas maiores cidades do Estado somaram 37 mortes no trânsito, chegando a uma redução de 35%.

Ainda no primeiro trimestre deste ano, Cuiabá e Várzea Grande contabilizaram 412 ocorrências de lesão corporal no trânsito, uma queda de 45% em relação ao mesmo período de 2016, quando 754 ocorrências do tipo foram registradas.

A redução fica mais evidente no acumulado do Estado. No primeiro trimestre deste ano, Mato Grosso teve 60 registros de mortes no trânsito, e no ano de 2016 foram 93 ocorrências.

Quanto à lesão corporal no trânsito, foram 1.020 casos de janeiro a março deste ano. No mesmo período de 2016, a Segurança contabilizou 2.122 ocorrências.

O delegado titular da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito da Polícia Judiciária Civil, Cristian Alessandro Cabral, acredita que uma das razões que levou à queda dos índices de acidentes de trânsito com vítima foi o aumento de ações integradas em todo Estado, como a operação Lei Seca.

“Desde meados de 2016 a Secretaria de Segurança Pública ampliou o alcance da operação Lei Seca, levando a ação integrada para diversos municípios do interior do Estado. E isso tem sido muito positivo. Percebemos que a sociedade apoia e torce para que essas operações virem rotina em suas cidades, além do aumento das ações ter grande influência no resultado estatístico”, disse o delegado.

Segundo ele, as ações preventivas e repressivas da Lei Seca já têm surtido efeito na mudança de hábito de muitas pessoas na Capital, por exemplo.

“Hoje já percebemos em Cuiabá, quando se tem grandes eventos, como shows, existem muitas vans, táxis, moto táxis, nas proximidades do evento. O que significa que as pessoas já estão adquirindo a cultura de não dirigir sob efeito alcoólico”, falou.

O delegado acredita ainda que as melhorias na sinalização, no tráfego e o investimento da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), são outros fatores que estão contribuindo para a redução dos indicadores de acidentes de trânsito com vítimas em Cuiabá.

“A Semob tem investido maciçamente no trânsito na Capital, que vem passando por grande melhoria na sinalização e no tráfego, além do aumento da fiscalização eletrônica. Fatores que refletem diretamente nos indicadores da Segurança Pública”, disse.

Fiscalização eletrônica

Implantada em Cuiabá desde 2015, a fiscalização eletrônica é uma ferramenta utilizada pela Secretaria de Mobilidade Urbana para a redução dos acidentes de trânsito em Cuiabá.

“Os condutores da cidade ficaram mais atentos sabendo que podem ser flagrados pelas câmeras. Hoje são em torno de 140 faixas monitoradas pelos radares em Cuiabá”, falou o diretor de Trânsito da Semob, Michel Diniz de Paula.

Desde 2013, a Semob também atua junto à Segurança Pública através de um Termo de Cooperação Técnica, no qual possibilita o compartilhamento de espaço no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) na utilização do serviço de videomonitoramento urbano, despacho de ocorrência e sistema de rádio comunicação.

O diretor de Trânsito acredita ainda que, além dos meios eletrônicos de fiscalização, a redução dos acidentes com vítimas também é reflexo da presença dos agentes de trânsito da Semob em pontos estratégicos nas ruas de Cuiabá, garantindo maior segurança no trânsito.

“Hoje uma das principais ações que participamos em parceria com outras instituições é a Lei Seca, tendo em vista que boa parte dos condutores que se envolvem em acidentes de trânsito normalmente estão sob efeito alcoólico, principalmente em casos com vítima fatal. E com a fiscalização sempre presente nas ruas conseguimos coibir essa prática”, falou.

Muitas vezes, as ações de fiscalização da Semob são realizadas em parceria com a Polícia Militar, através do Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário. A presença dos policiais militares em locais e horários com maior incidência de acidentes de trânsito também tem feito a diferença nos indicadores em Cuiabá e Várzea Grande.

“Atuamos em reforço aos agentes de trânsito da Semob e ao policiamento ordinário, com base em levantamentos estatísticos dos Comandos Regionais nas áreas consideradas mais críticas em ocorrências de trânsito”, contou a comandante do batalhão, tenente coronel PM Francyanne Siqueira Chaves Curvo.

O batalhão atua na blitz de fiscalização de trânsito, do condutor, verificando documentos e as condições de segurança do veículo. “Acredito que com as ações do batalhão e a participação de todas as unidades que compõe o grupo de trânsito estamos conseguindo diminuir efetivamente os índices de acidentes de trânsito com vítimas tanto na capital quanto no interior”, completou a comandante.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114