» mais
Comentar           Imprimir
Polícia
Sexta, 19 de maio de 2017, 13h22

Polícia Civil prende integrante de bando que invadiu fazenda em Confresa


A Polícia Judiciária Civil cumpriu mandado de prisão contra um dos integrantes do bando que invadiu e manteve em cárcere privado o caseiro de uma fazenda, em Confresa, (1.160 km a Nordeste).

O suspeito, Jesus Landerson Ferreira Moreira, 30 anos, conhecido por “Kila”, teve a ordem de prisão preventiva cumprida em ação de policiais civis de Confresa e Porto Alegre do Norte, realizada na terça-feira (16).

O suspeito é mais um integrante da quadrilha que na data no dia 10 de março de 2017, invadiu uma fazenda no município. Portando armas de fogo, os criminosos mantiveram o caseiro em cárcere privado.

Na ocasião, foram formadas equipes policiais, que imediatamente se deslocaram até a fazenda. Ao chegarem, os policiais foram recebidos a tiros. Houve troca de tiros, felizmente, ninguém saiu ferido. Os policiais conseguiram resgatar o caseiro.

As investigações iniciaram para identificar os invasores. Após aproximadamente um mês, os policiais identificaram quem seriam os líderes da invasão. Diante dos levantamentos realizados pela equipe de investigadores e da identificação dos líderes, o delegado Confresa, André Rigonato, representou pela prisão preventiva dos suspeitos, sendo acatada e expedida pela Comarca de Porto Alegre do Norte.

“A Polícia Civil descobriu que suspeito estava residindo na cidade de Porto Alegre do Norte. A informação foi compartimentada com os policiais daquele município, culminando nessa prisão”, disse o delegado. “As investigações continuam para coibir de forma integrada esse tipo de crime na região, dando resposta a altura contra os autores”, completou Rigonato.

O preso foi encaminhado para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte.

Outros integrantes presos

Outros dois homens acusados de liderar a invasão de terra em Confresa (1.160 km a Nordeste) foram presos pela Polícia Judiciaria Civil, no dia 5 de abril, no município. Os suspeitos, Materson Pereira Corrêa, 38, conhecido como “Neném”, e Fábio Ribeiro da Silva, 34, conhecido como “Zóinho”, tiveram mandados de prisão preventiva, decretados pela Comarca de Porto Alegro do Norte (1.125 km a Nordeste ). 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

A retomada das obras do VLT pode ser:

Palanque político para 2018
Mais uma balela sem fim
Confio na solução do problema
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114