» mais
Comentar           Imprimir
Polícia
Quarta, 11 de outubro de 2017, 09h23

Encontro orienta sobre ações preventivas e reflexos sociais nos casos de violência contra mulher


.

Cerca de 100 policiais das unidades militares de Cuiabá e Várzea Grande participaram nesta terça-feira (10.10) do 1° Simpósio sobre violência doméstica promovido pela Coordenadoria de Polícia Comunitária da Polícia Militar do Estado (PMMT). O encontro foi realizado no auditório do Ministério Público (MP) em Cuiabá.

A ação pioneira, além de orientar o efetivo para ações preventivas e tratativas das vítimas, visa chamar a atenção principalmente para os casos registrados dentro das corporações.

Com o tema ‘Ética familiar e conjugal e seus reflexos na vida profissional’, quatro palestrantes representaram o conteúdo com diferentes abordagens.

Abrindo o ciclo, a promotora de Justiça, Elisamara Portela, falou sobre as leis, medidas protetivas, suspensões e restrições aplicáveis aos casos de violência contra mulher.

Representantes da Corregedoria da Polícia Militar, também discursaram sobre o tema. A explanação aos militares foi quanto as penalidades administrativas aplicáveis ao autor e a assistência prestada as vítimas.

Para contextualizar a gravidades do tema, no decorrer das apresentações, dados que relacionam o envolvimento de militares com ocorrências de violência contra mulher foram apresentados aos participantes.

Registros apontam 76 casos de violência praticada ou sofrida por policiais militares nos últimos três anos. No fechamento do ano de 2015 houve 21 registros. 2016 apontou 44, e até maio deste ano, 11 casos estão sendo acompanhados.

Além disso, os dados também detalham que 42% dos processos solucionados culminaram em penas administrativas com prisões e que, em 83% dos casos observados o agressor, ou até mesmo a vítima, estão sob efeito de álcool.

A coordenadora do setor de Polícia Comunitária, tenente coronel Rosalina Pinho, palestrou durante encontro. Ela falou aos militares sobre a inteligência emocional na construção e manutenção da saúde familiar e o papel de cada um neste contexto.

Participaram do encontro o comandante geral da PM, coronel PM Marcos Cunha, o adjunto geral, coronel PM Paulo Serbija e o secretário adjunto de integração operacional da Sesp, coronel PM, Jonildo de Assis

O simpósio segue nesta quarta-feira (11.10), a partir das 8 horas no auditório do Ministério Público em Cuiabá. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114