Artigos

Infeliz o povo que depende de uma eleição
Amadeu Roberto Garrido de Paula
Nossa democracia tem solução - e não é intervenção
Fellipe Corrêa
Restaurar o futuro
Coriolano Xavier
Saúde e fake news
Luiz Evaristo Ricci Volpato
As Redes Sociais podem acabar?
João Alves Daltro
» mais
Comentar           Imprimir
Polícia
Quarta, 01 de novembro de 2017, 17h28

Peritos criminais extraem dados de computadores de empresa investigada


Dois peritos criminais da Gerência de Perícias em Computação Forense participaram da Operação Logreiro, deflagrada na manhã desta quarta-feira (01.11), pela Polícia Judiciária Civil e o Ministério Público Estadual (MPE).

A operação investiga atos de corrupção envolvendo servidores públicos, políticos, empresários e escritórios de contabilidade, que se organizaram para fraudar licitações e contratos com a administração pública, com suspeitas do esquema e estender a outros municípios.

Os peritos acompanharam a equipe da PJC em buscas em uma empresa de contabilidade em Cuiabá. A presença dos peritos da Computação possibilitou a extração dos dados in loco, além da análise prévia dos dispositivos eletrônicos, impactando diretamente na diminuição da quantidade de itens apreendidos, otimizando o trabalho da perícia e da autoridade solicitante, além de diminuir os impactos da empresa investigada.

Foram cumpridos 19 mandados de buscas e apreensões em residências de servidores públicos e políticos, escritórios de contabilidade, nas cidades de Primavera do Leste, Campo Verde, Cuiabá e Tangará da Serra, além da Secretaria de Infraestrutura de Primavera do Leste, para investigar atos de improbidade administrativa.

As buscas realizadas nesta manhã objetivam localizar patrimônio para o ressarcimento, apurar indícios de participação de servidores públicos e verificar se as mesmas empresas não fraudaram licitações em outros municípios.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114