» mais
Comentar           Imprimir
Polícia
Quinta, 01 de fevereiro de 2018, 13h45

Forças de segurança pública realizam operações no interior de MT


Treze veículos apreendidos, um recuperado, seis pessoas presas, sendo quatro autuadas em flagrante delito e duas com mandato de prisão. Esse foi o resultado da operação integrada realizada nos municípios de Lambari D´Oeste, Salto do Céu, Curvelândia e comunidades que vivem à margem da MT-170.

.

O objetivo da operação foi o combate ao tráfico de entorpecentes, roubos, furtos, posse ou porte ilegal de arma de fogo. Realizada de 24 a 31 de janeiro, a ação contou com a participação de policiais militares, civis e do Grupamento Especial de Fronteiras (Gefron).

Passaram por verificação 560 pessoas, 361 veículos abordados e 195 ações policiais executadas. Foram apreendidos uma arma de fogo, 56 munições de diversos calibres, um rádio comunicador e R$ 1.780 foram apreendidos.

Durante uma semana foi instalado um cartório itinerante para atendimento das ocorrências geradas, com a participação da Delegacia de Fronteiras (Defron), coordenado pela delegada Cinthia Gomes da Rocha Cupido.

Já o trabalho preventivo e repressivo ficou sob a responsabilidade do tenente-coronel PM Delwilson Sebastião Maia da Cruz. Ambos dividiram a opinião e destacam que o trabalho em parceria visa a redução da criminalidade e aumento da sensação de segurança pública, reduzindo as ocorrências na região de eventuais ações de desordem, garantindo paz a comunidade e obtendo resultados positivos.

Peixoto de Azevedo

Entre os dias 25 e 27 de janeiro também foi realizada em Peixoto de Azevedo (a 692 km de Cuiabá) a operação integrada “Cadê o Alvará?”. Oito estabelecimentos comerciais foram fiscalizados. Foram realizadas pelo Corpo de Bombeiros, com apoio das demais forças de segurança, seis notificações e duas cassações de alvará provisório.

Com o objetivo de garantir o bem-estar da comunidade, a ação também contou com a participação das polícias Militar e Judiciária Civil. Na operação foram verificados documentos correspondentes aos processos de segurança contra incêndio e pânico, bem como as medidas de segurança.

Os estabelecimentos fiscalizados, como boates, bares e lanchonetes, estão localizados em diversos pontos da cidade. De acordo com o secretário adjunto de Integração Operacional da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), coronel da PM Jonildo Assis, um relatório detalhado da operação “Cadê o Alvará” foi realizado e encaminhado ao Ministério Público Estadual.

Atualmente respondem pela coordenação Regional da Região Integrada de Segurança Pública (Risp) 15 o delegado Geraldo Gezoni Filho e o tenente-coronel da PM Gildázio Alves da Silva.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sobre taxação do agronegócio em MT, o que você sugere?

Não deve ser taxado e fica como está.
Muda o discurso e industrialize
Apenas fogo de palha. Logo se acertam.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114