Artigos

Infeliz o povo que depende de uma eleição
Amadeu Roberto Garrido de Paula
Nossa democracia tem solução - e não é intervenção
Fellipe Corrêa
Restaurar o futuro
Coriolano Xavier
Saúde e fake news
Luiz Evaristo Ricci Volpato
As Redes Sociais podem acabar?
João Alves Daltro
» mais
Comentar           Imprimir
Polícia
Sexta, 02 de fevereiro de 2018, 13h52

Inauguração da 2ª DP/DHPP fortalece combate aos homicídios em Rondonópolis


.

Inaugurada na manhã da última quinta-feira (01.02), o novo prédio da 1ª Delegacia de Polícia e Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), da Polícia Judiciária Civil de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá) propiciará atendimento de qualidade aos moradores da região da Vila Operária e condições de trabalho aos policiais que atuam, especialmente, nos crimes de homicídios na cidade.

A sede da 2ª DP/DHPP é facilmente reconhecida pela população, pois está com pintura padronizada nas cores da Polícia Civil, ao contrário da antiga. A edificação do prédio é mais ampla, com capacidade para cinco cartórios para escrivães, dois gabinetes para delegados, duas salas para registro de ocorrência, estacionamento que comporta veículos dos servidores, viaturas e apreensões, além de espaço para três salas para investigadores, dois banheiros, celas, alojamento, e local para instalação do núcleo de inteligência da unidade.

Durante a inauguração, o secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia Francisco, falou da especialização das atividades de repressão aos crimes de homicídio. "É um trabalho realizado desde 2016, que acabou ocasionando em redução nos homicídios na cidade. Essa política de enfrentamento estratégico da segurança pública acaba resultando na redução dos índices de criminalidade" pontuou.

Em levantamento da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), os homicídios na cidade de Rondonópolis estão em queda desde o ano de 2014, quando foram registrados 114 homicídios dolosos. No ano seguinte, 2015, foram 93, seguido de 78 em 2016 e 63 em 2017. A redução de 2016 para 2017 é de 19%. Mas comparando 2014 para 2017 chega a mais de 44%.

"Continuaremos o trabalho integrado das forças de Segurança - Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiro, Politec -, atuando com especialização em suas atividades, com incremento da atividade de inteligência e análise criminal para o combate da criminalidade organizada", afirmou o secretário.

Conforme o delegado titular da unidade, Tiago Garcia Damasceno, a localização, no bairro Vila Operária, foi priorizada e mantida a poucos metros da sede antiga, para não haver prejuízo no atendimento aos moradores da localidade. "Priorizamos a busca de um imóvel que ficasse no setor da Vila Operária, para não prejudicar essa população que é grande e que não tenha que se deslocar a outra região para o registro de boletim de ocorrência. A delegacia continua registrando o boletim de ocorrência de diversos crimes, mesmo que não seja de sua atribuição, depois encaminhamos para as delegacias competentes", afirmou.

O delegado regional de Rondonópolis, Claudinei Lopes de Souza, disse que mudança da delegacia para o novo endereço no mesmo bairro, um ganho em qualidade na prestação do serviço policial e eficácia na investigação de homicídios. "Observamos que é o mesmo valor da locação do imóvel antigo, mas com uma estrutura moderna. Isso reflete na investigação externa e melhor atendimento ao público, em maior espaço, melhor estrutura, equipamentos", destacou.

O regional ainda lembrou que já são cinco delegacias da Polícia Civil, que tiveram prédios novos inaugurados em Rondonópolis, no período de 1 ano e seis meses. "Já instalamos a Regional, a Delegacia do Adolescente, no prédio antigo da Regional, Alto Garças, inaugurada n final do ano passado. Em toda a região estamos melhorando as estruturas da Polícia Civil, como Jaciara que será inaugurada neste mês, fora as reformas que está sendo feitas, como a Delegacia de Pedra Preta. Tudo isso é devido, não só o apoio da nossa direção da Polícia Civil, da Secretaria de Segurança Pública, mas parcerias com o Poder Judiciário, Ministério Público, OAB, e a própria sociedade civil organizada", disse Lopes.

O delegado geral da Polícia Civil, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, agradeceu o empenho dos servidores, das instituições e entidades que contribuíram para a mudança do prédio, que, em sua avaliação, apresentou salto em atendimento de qualidade e humanizado aos moradores, em ambiente climatizado e digno ao trabalho policial e aos cidadãos de Rondonópolis. "Percebemos um avanço da segurança pública em Rondonópolis e precisamos agradecer ao nosso regional, a todos os policiais, que não medem esforços para que as unidades tenham condições de trabalhar. A Polícia não fecha, trabalha dia e noite, e precisa de estrutura adequada a esse trabalho", afirmou.

A entrega do prédio da 2ª DP/DHPP foi prestigiada também pelo diretor de execução estratégica, Mário Dermeval Aravechia de Resende, que está também respondendo pela Diretoria do Interior, do vice-prefeito, Ubaldo Barros, representantes da Câmara dos Vereadores, dos Conselhos de Segurança, Defensoria Pública, dos comandos da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Rodoviária Federal, Politec, entre outros.

A 2ª DP/DHPP de Rondonópolis está localizada na Rua Presidente Costa e Silva, 823, Vila Operária, em Rondonópolis.

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114