» mais
Comentar           Imprimir
Polícia
Segunda, 05 de fevereiro de 2018, 17h41

Investigações intensificam para desarticular bandos de arrombamentos de bancos


.

Três homens envolvidos no furto da agência da Cooperativa de Crédito - Sicredi de Feliz Natal (538 km a Médio-Norte), ocorrido na noite de domingo (04.02), foram presos em flagrante em ação integrada das Forças de Segurança do Estado. O trabalho da Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar resultou ainda na apreensão das ferramentas e materiais utilizados para arrombamento do banco e de uma arma de fogo com munições intactas.

Foram presos: Ruan Vinicius de Souza, 18, Tayrone Garcia dos Reis, 21, Edenir dos Santos, 33. Segundo as investigações, o trio faz parte da mesma quadrilha que tentou furtar a agência do Banco do Brasil de Gaúcha do Norte, no dia 15 de janeiro, ocasionando danos materiais ao banco, com a quebra da parece e danificação de fios, cabos e equipamentos de informática. Do local, os criminosos deixaram um pé de cabra, alicate de corte e outras ferramentas, mas saíram sem levar dinheiro.

O trabalho começou por volta das 23h30, quando o gerente do Banco Sicredi de Feliz Natal entrou em contato com a Polícia Militar, informando que o sistema de monitoramento da agência foi desativado. Imediatamente as equipes da Polícia Militar e do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra), da Polícia Civil de Sinop, que já estava em monitoramento ao possível furto, foram até o local e flagraram dois dos envolvidos pulando o muro dos fundos da agência.

O suspeito Edenir foi detido pelos policiais, enquanto Tayrone retornou para dentro da agência e foi encontrado dentro de um dos banheiros. Analisando o local, foi verificado que todas as câmeras estavam voltadas para as paredes e o sistema de monitoramento violado. As salas do cofre e a de acesso aos caixas eletrônicos também foram arrombadas, com vestígios de que alguém subiu para telhado por aquele compartimento.

Diante da suspeita, os policiais subiram no telhado, localizando o suspeito Ruan Vinicius, deitado e em posse de um revólver calibre 38 com seis munições.

Questionados, os criminosos forneceram informações sobre comparsas que davam apoio aos crimes, assim como sobre veículos e casa utilizada pela quadrilha.

Os suspeitos afirmaram que vieram de Cuiabá e que associados planejaram furtar todos os valores da agência bancária. Em posse dos criminosos foram encontrados ferramentas e materiais utilizados no arrombamento do banco. Os criminosos foram encaminhados a Delegacia de Feliz Natal e autuados em flagrante por furto qualificado, porte ilegal de arma de fogo, resistência e associação criminosa.

Dados

De janeiro a fevereiro de 2018, foram registradas 13 ocorrências de furtos, tentado e consumado, mediante quebra de paredes ou rompimento de obstáculos. Apenas um roubo, na modalidade “Vapor”, foi registrado, sendo este na cidade de São José do Rio Claro, onde os bandidos roubaram armas dos vigilantes, o malote e trocaram tiros com a Polícia.

A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) acredita que os grupos criminosos que estão atuando nos arrombamentos as instituições financeiras logo serão desarticuladas. “Estamos investigando, instaurando inquéritos com o objetivo identificar a autoria dos integrantes, que estão agindo tanto na capital quanto no interior”, afirmou o delegado Diogo Santana Souza.

Conforme o delegado, na grande maioria os bandidos não tiveram acesso aos cofres. Das ocorrências até o momento registradas, em apenas três obtiveram êxito levando o dinheiro. Em outras subtraíram armas, munições e coletes dos vigilantes. Mas em praticamente todas deixaram danos materiais as instituições financeiras e em muitas fugiram deixando ferramentas usadas no arrombamento. .

“O objetivo principal é o dinheiro. Acreditamos que o prejuízo é muito maior quando levam dinheiro, pois conseguem se articular e cooptar novos integrantes. Eles investem na compra de materiais (maquita, furadeiras, etc) e quando perdem esse material, sem terem lucro é muito mais importante para Polícia do que quando conseguem acessar o cofre”, finalizou Santana.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114