» mais
Comentar           Imprimir
Polícia
Sábado, 14 de abril de 2018, 14h07
Palalela

Operação na região de fronteira com a Bolívia combate crimes e orienta crianças


Redação

Várias abordagens a veículos e pessoas em estradas de acesso à comunidade Santa Clara, em Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a Oeste), na divisa com a Bolívia foram realizadas pela Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso pela ação "Ponta do Aterro", que contou com a participação   da Polícia Militar e Grupo Especial de Fronteira (Gefron). A operação durou 48 horas e foi realizado na quarta e quinta-feira (11 e 13) passadas. Também foram realizadas ações de prevenção à drogas para crianças.

.



A operação que aliou prevenção com repressão teve o apoio de policiais do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra), da Regional de Pontes e Lacerda. Os policiais montaram barreiras móveis em vários trechos da localidade, com foco em levantamentos de informações, reconhecimento da área e aproximação com os moradores locais. Foram abordadas 28 pessoas, 17 veículos e 9 motocicletas. A PJC não informou o resultado das abordagens.

Na comunidade, o projeto De Cara Limpa Contra as Drogas realizou contato com a comunidade escolar contemplando mais de 50 crianças do 3°e 4° anos, com informações sobre a prevenção no uso de drogas lícitas e ilícitas, e uso de bebidas alcoólicas na direção de veículo automotor.
 

.


Direcionado aos proprietários de estabelecimentos, os policiais alertaram da proibição da venda de bebidas alcoólica para menores de idade, orientando sobre a legislação vigente.

O delegado regional de Pontes e Lacerda, Rafael Scatolon, disse que ação faz parte de um planejamento operacional da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), de ostensividade na região.

“Essa foi uma operação integrada pelos policiais de Vila Bela da Santíssima, Jauru e do Garra, onde aproveitamos para levar o projeto De Cara Limpa, aliando prevenção, repressão e orientação”, disse o delegado.

Veículo abordado durante a operação


 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114