» mais
Comentar           Imprimir
Polícia
Quinta, 05 de julho de 2018, 12h31

Dono de terreno será responsabilizado por incêndio em sucatas


Redação

Em pronta-resposta, a Polícia Judiciária Civil identificou o dono do terreno baldio onde ocorreu um incêndio de grandes proporções no bairro Goiabeiras, na Capital, no começo da manhã de quarta-feira (04.07). Ele foi conduzido à Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) e foi autuado por crime de empreendimento poluidor e incêndio culposo.
 

.

O trabalho da Dema é o primeiro realizado após a assinatura do protocolo de intenções em Defesa do Meio Ambiente para a implantação da Brigada Mista, inserido na Campanha de Prevenção e Combate às Queimadas Urbanas 2018, lançado no dia 19 de junho deste ano, pelo Ministério Público Estadual, Juizado Volante Ambiental, Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e a Secretaria de Estado de Segurança Pública por meio do Corpo de Bombeiros, Polícia Judiciária Civil e a Polícia Militar, por meio do Batalhão Ambiental e a Delegacia do Meio Ambiente.

 

Local era usado como depósito

O delegado Gianmarco Paccola informou que o dono do lote usava ou permitia o depósito de entulhos de uma empresa de limpeza e instalação de ar condicionado. O material foi todo consumido pelo incêndio, assim como um veículo abandonado, provocando grande quantidade de fumaça poluidora.


O dono do terreno foi responsabilizado em crime de incêndio culposo e crime de fazer funcionar empreendimento poluidor sem a devida licença. "Agora vamos acionar a Prefeitura para autuações e infrações administrativas, bem como a Sema. O relatório do Corpo de Bombeiros realizado no local já se encontra em poder da Polícia Civil. A Politec também foi acionada e está produzido laudo para comprovar a materialidade do crime", disse o delegado.

Conforme ele, as ações continuam e o autor do incêndio, que é um usuário de entorpecentes, já está identificado, mas ainda não foi localizado pelos policiais que realizaram diligências durante toda a quarta-feira.

"Esse evento teve uma produção de grande quantidade de fumaça lançada na atmosfera e acabou queimando uma árvore. Isso configurou uma negligência desse proprietário pois depositava sucatas e restos de material nesse lugar, o que configurou o incêndio culposo", completou Gianmarco.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você concorda com uma candidatura do vice Niuan a deputado estadual?

Não - pois se Emanuel for cassado Cuiabá ficará sem prefeito.
Sim - pois é direito dele como político.
Tanto faz, Mauro Mendes também não teve vice.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114